China descobre remédios específicos para coronavírus e nos enche de esperança

A partir de um estudo, foi mostrado que os medicamentos podem fazer com que o vírus não se multiplique dentro das células do corpo humano

Resumo da Notícia

  • Os remédios ainda estão na fase de testes
  • A pesquisa mostrou que os medicamentos podem evitar o espalhamento do vírus no corpo
  • A análise foi feita a partir da estrutura do vírus
  • Ainda não existem datas para os testes em humanos
A pesquisa está na fase de teste clínico (Foto: Getty Images)

A partir de uma pesquisa realizada pela Academia Chinesa das Ciências, o país descobriu dois possíveis medicamentos específicos para o tratamento de coronavírus. Ainda de acordo com o estudo, o remédio impede que o vírus se multiplique dentro do corpo humano.

-Publicidade-

Coordenada por Wenhao Dai e publicada na revista Science, foi possível projetar moléculas que bloqueiam a enzima protease, que é o que faz o vírus aumentar. A partir disto, de acordo com informações da Época, os dois medicamentos chineses, juntos a outro holandês e um alemão, agem contra a proteína spike, o arpão que o vírus usa para entrar nas células.

O remédio impede com que o vírus se espalhe no corpo (Foto: Getty Images)

A pesquisa foi baseada na análise estrutural do coronavírus, particularmente na protease 11a e 11b. Os primeiros testes foram considerados promissores, pois “inibiram fortemente a protease da SarsCoV-2”. No momento, os estudos ainda estão na fase pré-clínica, após terem sido realizados em ratos.

-Publicidade-

Se tudo ocorrer bem, os dois medicamentos chineses poderão ser testados em breve em humanos. No entanto, os remédios descobertos por holandeses e alemães ainda não possuem uma data específica para serem disponibilizados.

-Publicidade-