Chinesa de 76 anos viraliza após reagir à agressão de homem nos EUA

A violência aconteceu enquanto a mulher esperava para atravessar uma rua em São Francisco, na Califórnia

Resumo da Notícia

  • Chinesa viraliza após reagir à agressão de homem nos EUA
  • A idosa de 76 anos sofreu ferimentos nos olhos e pulso
  • Neto diz que avó teve medo de sair na rua depois do ocorrido

Chinesa de 76 anos viraliza com reação à agressão de homem nos Estados Unidos. A mulher estava esperando para atravessar uma rua em São Francisco, no estado da Califórnia, quando foi agredida por um homem de 39 anos.

-Publicidade-

Mesmo que estivesse ferida, Xiao Zhen Xie não deixou o agressor escapar e foi vista batendo com uma vara no homem, enquanto gritava: “Seu vagabundo!”, o que se tornou um sucesso na internet depois. O homem sofreu alguns feridos e teve de ser levado ao hospital, algemado em sua maca.

Durante entrevista à emissora KPIX 5, o neto da idosa comentou que a avó disse à ele que não devem se submeter ao racismo e que devem lutar até o fim, se necessário. “Estou surpreso com sua bravura. Foi ela quem se defendeu deste ataque não provocado”, complementou John Chen.

Independente da nacionalidade, todos merecem respeito (Foto: iStock)

O neto informou nesta terça-feira, 23 de março, que o estado da avó, que já superou um câncer, está melhor após acompanhamento médico, mas que a idosa sofreu muitos ferimentos nos olhos, que ficaram roxos, e no pulso, que ficou inchado, além de sua saúde mental que ficou muito afetada. Segundo John, Xie ficou com medo de sair de casa após o ataque e apresentou sintomas de estresse pós-traumático, mas se encontra otimista no momento.

Então, para ajudar a pagar as despesas médicas, o neto criou uma vaquinha online com uma meta de US$50 mil, cerca de R$ 276 mil. Os internautas, que vem chamando a idosa de heroína e elogiando muito sua atitude desde que o vídeo bombou nas redes, doaram à causa e foi arrecadado muito mais do que o previsto, juntando US$ 897.409 mil, cerca de R$ 4,9 milhões. Por escolha de Xie, o dinheiro irá para a comunidade asiática da região, visando ajudar outras pessoas que sofrem racismo. “Ela insiste em tomar essa decisão dizendo que esse problema é maior do que ela. Esta é a decisão da minha avó, do meu avô e da nossa família. Esperamos que todos possam entender nossa decisão”, contou o neto.

Stephen Jenkins, o agressor, segue preso desde quinta-feira, 18 de março, e foi identificado como autor de outro crime anterior contra um idoso asiático. Os investigadores estão trabalhando para determinar se o preconceito racial foi um fator motivador no incidente. Veja mais sobre no vídeo abaixo:

extra.globo.com/videos/v/idosa-chinesa-revida-agressao-de-homem-branco-e-video-viraliza/9375155