Chuva de meteoros nesta madrugada promete cerca de 50 ‘estrelas cadentes’ por hora: saiba como ver

Prepare seus pedidos! O pico da Eta Aquaridas vai acontecer às 3h, na madrugada desta quarta para quinta

Resumo da Notícia

  • Chuva de meteoros nesta madrugada promete cerca de 50 'estrelas cadentes' por hora
  • O pico da Eta Aquaridas vai acontecer às 3h, na madrugada desta quarta para quinta
  • O fenômeno é famoso pela rapidez e densidade: as rochas espaciais viajam a 70km/s, e ficam incandescentes ao atingir a atmosfera da Terra, deixando rastros muito brilhantes no céu noturno

De olho no céu! Uma das chuvas de meteoros mais belas, a Eta Aquaridas, vai atingir o pico na madrugada desta quarta-feira, 5 de maio. A partir das 3h da madrugada de quarta para quinta, se você olhar para o leste poderá ver até 50 ‘estrelas cadentes‘ por hora! Então já sabe: agende um despertador e prepare seus pedidos!

-Publicidade-

Como explicado pela UOL, o que faz esse fenômeno tão especial é o ponto onde os meteoros convergem, na constelação de Aquário – por isso, aliás, que ele recebe o nome de Eta Aquaridas. Além disso, o que chama atenção nele é a composição: ele é feito por resquícios do famoso cometa Halley. O fenômeno também é famoso pela rapidez e densidade: as rochas espaciais viajam a 70km/s, e ficam incandescentes ao atingir a atmosfera da Terra, deixando rastros muito brilhantes no céu noturno.

Chuva de meteoros nesta madrugada promete cerca de 50 ‘estrelas cadentes’ por hora (Foto: reprodução YouTube)

E o melhor de tudo é que você e sua família vão conseguir ver a chuva de meteoros a olho nu, sem a necessidade de telescópios! Para observar o fenômeno, busque por lugares abertos e com pouca luminosidade, para que nenhuma luz externa atrapalhe o show no céu. Além disso, o Julio Lobo, astrônomo do Observatório Municipal de Campinas Jean Nicolini, recomendou, em entrevista à UOL, que você tenha paciência: como explicado por ele, o olho humano leva um tempo para se acostumar com a baixa luminosidade, demorando cerca de 20 minutos para você conseguir de fato ver os meteoros.

O astrônomo ainda deu uma receita para que você consiga ver tudo: “Olhe para o leste (onde o Sol nasce). Procure pela Lua e o planeta Júpiter, o segundo ponto mais brilhante do céu, que estará acima dela; Formando um triângulo com os dois, para a esquerda, estará o radiante da Eta Aquáridas, na constelação de Aquário. Os meteoros vão aparentar surgir ao redor dela”, explicou.