Cidade dos macacos: veja o que aconteceu após animais tomarem conta de região na quarentena

O caso, que já havia acontecido em 2019 na Tailândia, se agravou durante o isolamento social por não ter a presença de seres humanos por perto

Resumo da Notícia

  • Os macacos invadiram uma cidade da Tailândia
  • Cerca de seis mil animais moram em um templo em Lopburi
  • Veja o que aconteceu com os animais na quarentena
Sem ter o que comer, os animais estão se alimentando de comida humana (Foto: reprodução / vídeo BBC)

Lembra daquele caso lá em 2019 quando diversos macacos dominaram a cidade de Lopburi, na Tailândia? Durante a quarentena, sem humanos por perto, os animais ficaram sem bananas e precisaram dar um jeito de se alimentarem: com junk food, ou seja, comida não saudável. Com toda energia, eles começaram a se reproduzir, resultando em um baby boom!

-Publicidade-

Anteriormente considerados umas das “atrações turísticas” do local, os macacos deixaram muitos moradores com medo, que até preferiram ficar isolados em casa! Além disso, diversos tipos de gangues rivais chegam a brigar entre sí. Estamos impressionados!

O resultado da quarentena para os animais foi de um baby boom! (Foto: reprodução / vídeo BBC)

Um dos templos da cidade abriga mais de seis mil macacos-caranguejeiros. “A saúde deles fica prejudicada quando eles comem comida humana. Quanto mais eles comem, mais energia eles têm. Eles não sabem o que fazer com essa energia extra, então eles começam a se reproduzir”, explicou um morador local à BBC.

-Publicidade-

O “QG” dos animais se tornou um cinema abandonado da cidade, onde eles vivem, brigam, e até mesmo fazem “funerais” para outros animais. “Quando um deles morre, os outros carregam o corpo e o colocam nesse espaço”. Como forma de manter o controle de natalidade, 500 macacos já foram castrados para que um novo baby boom não aconteça.

-Publicidade-