Claudia Leitte mostra o quarto da filha em Miami e os detalhes vão te inspirar

Cantora usou o Instagram para mostrar novos móveis que adquiriu para o quarto de Bela, de um ano e meio

Resumo da Notícia

  • Claudia Leitte usou o Instagram para mostrar alguns detalhes do quarto da filha Bela
  • O quarto da criança possui tons rosa e branca antigo
  • Claudia Leitte e a família moram em uma mansão, em Miami nos Estados Unidos

Claudia Leitte usou o Instagram nesta última quinta-feira, 11 de março, para mostrar alguns detalhes do quarto da filha Bela, de um ano e meio. A cantora e a família moram em uma mansão em Miami, nos Estados Unidos. Além da menina, ela e o marido Márcio Pedreira, são pais de Davi, de doze anos, e Rafael, de oito.

-Publicidade-
Claudia Leitte mostra detalhes do quarto de Bela em Miami  (Foto: reprodução/ Instagram @claudialeitte)

Ao mostrar o quarto da filha, Claudia Leitte disse que o quarto da bebê foi feito por uma empresa de enxoval baiana que enviou os itens para os Estados Unidos. “Quartinho da nossa Bela, feito com muito amor e carinho, direto pra Miami”, legendou a empresa ao compartilhar os Stories da cantora.

O quarto da criança possui um papel de parede rosa antigo com corações estampados na cor branca. Além disso, Claudia Leitte mostrou que o enxoval da filha foi personalizado com o nome da bebê escrito nos travesseiros do berço, também com tons branco e rosa antigo.

Claudia Leitte mostra o quarto da bebê em mansão nos EUA (Foto: reprodução/ Instagram @trixbabyandhome)

Além dos do berço, o quarto também conta com um sofá no mesmo tom e com o nome da pequena estampado nas almofadas. Claro, ursos de pelúcias também decoram o cômodo. Lindo, né?

Claudia Leitte relembra infância

Recentemente, Claudia Leitte, 40 anos, contou que durante sua infância, brincava de ser cantora. Qualquer objeto ganhava outro significado na mão da artista e ela fazia shows para mostrar sua performance e ela relembrou sua infância e seus primeiros shows em casa, que a fizeram ter certeza de que queria viver nos palcos. Sempre que a técnica do The Voice+ fala sobre assunto, a voz dela está repleta de carinho.

Ao longo de sua carreira, a compositora já fez muitas apresentações e sempre mostra a emoção que sente ao cantar para o público. Em uma entrevista ao G1, ela conta que: “Canto desde criança, subi em todos os móveis de casa como se fossem palcos. Tinha minha escova de cabelo ou o cabo de vassoura para fazer de microfone e imaginava sempre uma multidão à minha volta cantando. Punha as camisolas da minha mãe para fazer apresentações, cortava meias das minhas tias, que ficavam muito chateadas comigo, para fazer minhas luvas”.

Naquela época ela nem podia imaginar que faria sucesso nos palcos e que iria se tornar técnica dos programar de televisão The Voice, The Voice Kids e The Voice+. Ela também falou que: “Fazia meus programas de TV, usava cartas de baralho para jogar para cima e fazer sorteios, como a Xuxa fazia. Essas coisas são muito marcantes para mim”.

No Instagram, ela compartilhou uma foto de quando era criança e que estava usando uma das roupas de sua performance. No retrato, ela aparece com os cabelos pretos compridos, vestindo uma meia-calça arrastão preta e um collant também preto. E no punho, ela está com uma munhequeira de tecido e elástico da mesma cor das outras peças. Na legenda, ela escreveu: “Senhoras e senhores, eis as fotos do meu espírito”

Conforme ela foi crescendo, brincar de ser artista continuou sendo uma das suas paixões e hobbies prediletos, mas ela foi estendendo esses shows para a vizinhança. “Fazia shows em áreas externas também, como, por exemplo, nas garagens dos vizinhos. Tinha uma bicicleta, em que colocava meu gravador pendurado, que tinha um microfone. Dizia que era meu trio elétrico e saía cantando pela rua. Isso eu já tinha uns 10 anos, já era bem mais velha, mais madura, tinha muito mais experiência com o público nessa época”, comentou.

 

Claudia Leitte conta que ideia de “voar” no Carnaval vem da infância (Foto: Reprodução/ Instagram/ @claudialeitte)

Com o sucesso, ela teve coragem de colocar em prática tudo o que imaginava durante a infância. “Eu voei! Imaginava que voava nessa época, morro de medo de altura e voei no Carnaval em 2020. Revivi a minha infância”, fala ao lembrar do último Carnaval em que se apresentou ao vivo e para uma multidão.