Família

Cláudia Raia compartilha clique da filha e recebe elogio de Marina Ruy Barbosa

Sophia Raia encantou todos os internautas

Maria Luiza Cardone

Maria Luiza Cardone ,Filha de Carla e Luiz

Filha de Claudia Raia, Sophia Raia

(Foto: Reprodução/Instagram)

Nesta segunda-feira (04), Cláudia Raia aproveitou suas contas nas redes sociais para encantar um pouco mais seus seguidores com um clique da filha em uma festa. Shopia Raia recebeu vários elogios, até mesmo de Marina Ruy Barbosa.

Mãe coruja, Claudia Raia compartilhou uma foto belíssima da herdeira, que apareceu esbanjando estilo com uma maquiagem e roupas bem originais. “Pensa em uma garota estilosa, minha filhota! Soso, eu babo mesmo!”, compartilhou o clique belíssimo da garota de 16 anos que logo foi coberta de elogios.

“Linda!”, exclamou Marina Ruy Barbosa. Já o irmão, Enzo Celulari, deixou vários corações na publicação.

Família unida

Claudia Raia é uma baita mãe coruja (Foto: Reprodução/Instagram @claudiaraia)

Claudia Raia, mãe de Enzo e Sophia, além de estar orgulhosa com a estreia da filha como modelo, revelou mais um motivo para gente entender porque ela é tão coruja quando se trata dos filhos. A atriz revelou como é a relação dos dois e quais os planos para o futuro.

Em entrevista ao site do TV Fama, Claudia exaltou o fato dos filhos nunca terem brigados entre si e a ótima relação que eles têm. Segundo a bailarina, eles se dão tão bem que nem parecem parentes e sim uma organização. “Não são irmãos, são uma gangue, é uma loucura. eles nunca brigaram, nem quando criança”.

Claudia ainda falou o que acha em relação a pressão que é posta em nossos filhos para que eles decidam muito o cedo o que vão ser quando crescerem e contou como isso funcionou na casa dela. “A gente não cobra e essa responsabilidade fica muito menor. Eles são nossos filhos, não fizeram a carreira deles ainda. É normal, mas isso não incomoda eles”.

Ela disse que os filhos são uma gangue (Foto: Reprodução/Instagram @claudiaraia)

Não pensava em ter filhos: 

Claudia Raia bateu um papo com o Gshow sobre maternidade e empoderamento feminino. Contou que, quando era mais nova, não sonhava em ser mãe e que este desejo veio junto com a maturidade.

“Quando era jovenzinha, não era aquela menina que ficava brincando de boneca e tinha três filhos e não sei o quê. Acho que a maternidade veio com a minha maturidade. Engravidei do Enzo quando tinha 29 anos e tive ele com 30, e a Sophia eu tive com 36, mais madura”, explica.

Depois que o desejo de ser mãe chegou, ela abraçou não só seus filhos de sangue, mas também as que teve na ficção. “A dramaturgia me colocava no encontro dessas meninas que, por pura afinidade, viraram minhas filhas. Mariana Ximenes, Paolla Oliveira, Fernandinha Souza, Marcella Rica e, agora, a Isabelinha Drummond, que veio como o presentinho de 2019”.

Com uma rotina atribulada, sempre se dividindo entre muitos trabalhos, Claudia se desdobra para estar presente com os filhos. “Eles sempre entenderam, mas sempre reclamaram um pouquinho. Eu também já fiz coisas inacreditáveis para estar com eles, como cancelar espetáculos. Quando ia fazer a temporada e já sabia que a Sophia dançaria, tentava negociar com o teatro, já paguei multa e tudo para poder estar presente”, diz.

Aos 52 anos e casada há seis meses com o ator Jarbas Homem de Mello, ela conta que congelou seus óvulos, para o caso de decidir ter mais filhos.

“Acho que é muito cruel para a mulher essa constatação de ter encerrado as chances de ser mãe. Não acredito nessa história da idade, sou uma defensora dessa mulher 50+ que acho que é a antiga mulher dos 30. É uma mulher que está totalmente empoderada, está com poder de compra, porque já tem dinheiro e a vida dela organizada, com os filhos criados. Então é uma mulher que tem liberdade de escolha”, opina.

Mesmo sem uma decisão tomada sobre o assunto, a atriz prefere ter a oportunidade de escolha, independentemente da idade.

“Essa coisa de você parar de ser fértil aos 45 anos, eu acho uma crueldade, porque você simplesmente limita a mulher de ter a maior emoção da vida dela. E, hoje em dia, tem mulheres jovens que não querem ser mães por enquanto, querem se estabelecer profissionalmente para depois curtir. Então acho que a coisa de congelar os óvulos é uma grande sacada”.

Claudia aproveita para deixar um recado para todas as mulheres: “Nós somos mulheres e mulheres podem tudo! Têm que ser homenageadas, têm que ser aplaudidas. Então, parabéns a todas as mulheres, as que são mães e as que não querem ser, porque aí é que está o empoderamento feminino, na sua escolha”.

Leia também: 

Cláudia Raia usa as redes sociais para se despedir da mãe que faleceu aos 95 anos  

Claudia Raia faz desabafo após morte da mãe: “O motor da família” 

Em depoimento emocionante, Claudia Raia fala sobre a criação dos filhos