Bolas surgem na areia da praia e desaparecem 24h depois

Após 24h da aparição de centenas de bolas escuras na faixa de areia das praias de Peruíbe, litoral de São Paulo, os compostos de lama negra desapareceram

Resumo da Notícia

  • Após 24h da aparição de centenas de bolas escuras na faixa de areia das praias de Peruíbe, litoral de São Paulo, os compostos de lama negra desapareceram
  • O fenômeno intrigou os moradores que compartilharam na web e, por sua vez, chamou a atenção dos internautas
  • Segundo a prefeitura o ocorrido é natural e o desaparecimento repentino das estruturas pode ter sido por conta da alta da maré

Muito curioso! Após 24h da aparição de centenas de bolas escuras na faixa de areia das praias de Peruíbe, litoral de São Paulo, os compostos de lama negra desapareceram. O fenômeno, segundo o G1, intrigou os moradores que compartilharam na web e, por sua vez, chamou a atenção dos internautas.

-Publicidade-

Segundo a prefeitura o ocorrido é natural e o desaparecimento repentino das estruturas pode ter sido por conta da alta da maré. A lama foi jogada na praia pelo mar e coberta por areia, criando as bolas, explicaram os especialistas.

Elas intrigaram os moradores (Foto: Reprodução/ G1)

“Nessa dela [maré] subir, ela arrastou tudo de volta para o mar, depositou essa lama de volta. Outra hipótese é que a água tenha desmanchado esses rolos, que se misturaram com a areia”, explicou Eric Comin, biólogo marinho.

Apesar de haverem duas hipóteses o especialista acredita que pela maior densidade das bolas elas devem ter sido trazidas de volta para o mar. “Pelo fato de ter uma densidade diferente, pode ter sido levada de volta para a água, porque essa [lama] é mais densa”, concluiu.

Paulo Flávio, médico especialista em Práticas Integrativas e doutor em Ciências com tese de doutorado sobre a Lama Negra de Peruíbe, também confirmou que a maré é a única forma de essa lama voltar ao mar.

Redes sociais

Na noite da última sexta-feira, 5 de fevereiro, as imagens viralizaram após Diogo Cavalcanti de Souza tirar fotos da lama e postar nas redes sociais. Ele contou que estava caminhando no Centro de Peruíbe quando as encontrou. “Tinha umas grandes, outras pequenas. Eu estourei uma daquelas, e tinha um odor muito forte, que parecia de mangue”, contou.

Os internautas suspeitaram dos extraterrestres (Foto: Reprodução/ Facebook)

A guia de turismo Yarima França, também moradora da cidade, afirmou que nunca viu formarem bolas na faixa de areia, mas que já viu o acúmulo de lama no local. “Como temos muitos mangues, e o bolsão de lama no alto do mar, é recorrente esse tipo de situação”, explicou