Como as vacinas funcionam? Tudo o que você precisa saber sobre vacinação!

Grupo de pediatras da AAP entende as preocupações sobre vacinas e explica o que eles realmente desejam que as pessoas saibam sobre vacinas

Menina sendo vacinada por enfermeira (Foto: Getty Images)

Talvez aconteça de toda vez que você for levar seu filho para uma consulta, ele tenha que tomar uma vacina. Por mais difícil que seja ver ele sofrendo pelas picadas, elas passam rápido e protegem de doenças.

-Publicidade-

“As vacinas são para os seus filhos a mesma coisa que o escudo do Capitão América é para ele”, explica Micky Obradovic, M.D., um pediatra de Lakeside Pediatrics, em Burbank, Califórnia e membro do Grupo Parents AAP. Mas psicólogos como o Dr. Obradovic entendem as preocupações sobre vacinas. Eles também são pais e seus filhos devem odiar injeção tanto quanto você odeia.

Perguntamos a esses médicos o que eles querem que as pessoas saibam sobre vacinas. E aqui vai seus pensamentos.

-Publicidade-

PENSE NAS VACINAS COMO CINTOS DE SEGURANÇA

Três dos médicos entrevistados usaram essa analogia: Toda vez que você entra em um carro, você protege seu filho com o uso do cinto de segurança em caso de ocorrer algum acidente. Mesmo que batidas sejam raras, você toma essa decisão para minimizar o impacto. A mesma coisa acontece com as vacinas: quando você vacina o seu filho, se ele ficar exposto a alguma doença, vai ser bem menos provável de pegar. E, se pegar, vai ser de uma forma bem menos intensa do que se não tivesse sido vacinado.

TIRE TODA DÚVIDA QUE VOCÊ TIVER COM O SEU MÉDICO

Você está preocupado com a quantidade de injeções? Efeitos? Posologia? Geralmente, os médicos respondem todas as perguntas  e entendem suas preocupações. Então aproveite!

“Mesmo que eu seja totalmente a favor das vacinas e seja bem informado sobre elas, eu tive meu momento de desconforto na primeira injeção do meu filho” diz Nathan Chomilo, M.D., pediatra do Park Nicollet, em Minneapolis. “Toda vez que eu dou para meu filho um remédio que ele não tenha tomado antes, eu me sinto da mesma maneira. Mas, quando é vacina, eu rapidamente penso que é efetiva, segura e há pouca probabilidade do meu filho sofrer futuramente”.

VACINAS NÃO CAUSAM AUTISMO 

Pesquisas mostram que houve um aumento na taxa de autismo devido a diminuição da taxa de imunização. Vacinas são dadas na época de crescimento das crianças, que é bem na época que os sintomas do autismo começam a aparecer. É uma coincidência seu filho começar a ter mudanças de comportamento nessa época. Não é efeito das vacinas. Explica Hillary Zieve, M.D., um pediatra em Orange, California.

HÁ MUITAS PESQUISAS QUE APOIAM A VACINAÇÃO 

“Vacinas não são perfeitas, mas elas são de longe bem mais seguras e testadas do que qualquer outro medicamento que temos por aí – melhor até que os antibióticos que seu filho toma quando tem pneumonia, um braço quebrado ou no tratamento respiratório de quando ele tem asma“, diz Laura Brown, M.D., pediatra em Salt Lake City.

UMA CRIANÇA NÃO VACINADA PODE FICAR MUITO DOENTE

“Como médica da emergência, eu vejo muitas crianças chegando super doentes pela falta de vacinação. São doenças que poderiam ser evitadas se os pais tivessem dado as vacinas corretamente”, diz Elizabeth B. Murray, D.O., pediatra na Universidade de Rochester, em New York. “Toda hora escuto pais falando: ‘Nós não imaginávamos que isso ia realmente acontecer’ “.

VACINAS PROTEGEM TODA COMUNIDADE

Esse é o real motivo pela qual falamos de vacinação. Bebês que não foram vacinados ainda e pessoas com imunidade baixa (como pacientes com câncer) têm alto risco de contrair alguma doença. Quando todas as pessoas são vacinadas, o nível de contaminações e doenças em uma sociedade diminui, porque há pouca probabilidade de sermos infectados.

“Vacinação pode ser assustadora no momento, mas pro resto da vida de seu filho, você pode ficar tranquilo que ele teve a melhor opção de proteção“, diz Meghan Rioth, M.D., pediatra do Children’s Hospital Colorado, em Aurora.

 

Leia também:

Dr. Claudio responde: dúvidas sobre vacinas

Calendário de vacinação do bebê: conheça todas as vacinas que seu filho deve tomar

3 vacinas que a grávida precisa tomar

 

-Publicidade-