Compadre Washington, do ‘É O Tchan’, recebe pedido de prisão por não pagar pensão ao filho

Cantor está devendo mais de 100 mil reais a um de seus 10 filhos. Anteriormente, ele já havia sido processado por dever dinheiro ao mesmo jovem

Resumo da Notícia

  • O cantor do grupo "É O Tchan" pode ser preso a qualquer momento
  • Compadre Washington teve um pedido de prisão decretado por não pagar pensão alimentícia a um de seus filhos
  • Ele já havia sido processado anteriormente por dever dinheiro ao mesmo filho

O cantor Compadre Washington, do É o Tchan, teve um pedido de prisão decretado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo após acumular uma dívida de seis dígitos por não pagar pensão alimentícia a um de seus filhos. Ele, que é pai de 10, recebeu a ordem no dia 23 de maio e pode ser preso a qualquer momento, já que o mandato precisa ser cumprido em 30 dias.

-Publicidade-

As informações são da coluna Leo Dias. Luiz Filipe, de 20 anos, não recebe pensão alimentícia do pai há dois anos, desde que o jovem completou 18 anos de idade. A dívida seria em torno de R$ 130 mil. Ainda de acordo com o jornalista, essa não é a primeira vez que Compadre Washington atrasa o pagamento da pensão do filho, que é estipulada em R$ 4.800 por mês.

Em 2020, o vocalista do É O Tchan foi processado por dever R$ 55 mil ao mesmo filho. Ele respondeu a um processo durante a pandemia da covid-19 e então pagou o montante de dinheiro a Luiz Filipe. A assessoria de Compadre Washington não se pronunciou sobre o ocorrido.

O cantor deve mais de 100 mil reais de pensão para o filho Luiz Filipe
O cantor deve mais de 100 mil reais de pensão para o filho Luiz Filipe (Foto: Reprodução)

Relembre outras acusações

Em 2019, Compadre Washington precisou se manifestar depois que acusação de que ele não estaria pagando pensão alimentícia para o filho de nove anos veio à tona. Além do fato de estar devendo em questões financeiras, o cantor de É o Tchan também foi acusado de abandono afetivo.

Alexandre é filho de Compadre com Débora Souza, uma estudante de enfermagem, mas o fato é que a assessoria jurídica de Washington negou que ele devia a pensão ao menino e que sempre que pode, passa na cidade onde o filho mora.

Em nota à Quem, assessoria ainda disse que por conta das falsas afirmações, eles vão tomar todas as providências cabíveis. “A assessoria jurídica do cantor Compadre Whashington informa que desconhece qualquer débito pendente em relação à pensão alimentícia do filho Alexandre. E afirma ainda que, sempre que possível, quando o artista está na cidade em que a criança reside, procura manter contato com o filho, como aconteceu no último dia dos pais. Todas as providências judiciais relacionadas às temerárias acusações já estão sendo tomadas”.