Companhia aérea faz viagem com combustível de espiga de milho

O teste foi realizado pela United Airlines

Resumo da Notícia

  • United Airlines realizou uma viagem utilizando combustível de espiga de milho
  • O combustível pode trazer grandes benefícios para o meio ambiente
  • A ideia é que a comercialização comece em alguns meses

Nesta última quarta-feira, 8 de dezembro, a companhia aérea United Airlines, realizou uma viagem utilizando combustível de restos de caule de milho. Essa foi a primeira vez que um voo comercial é movido de forma 100% vegetal. Ele embarcou em Chicago e pousou em Washington DC, nos Estados Unidos.

-Publicidade-

“O voo de hoje não é apenas um marco significativo para os esforços de descarbonização de nossa indústria, mas quando combinado com o aumento nos compromissos de produção e compra de combustíveis alternativos, estamos demonstrando como empresas podem se unir e desempenhar um papel na abordagem do o maior desafio de nossas vidas ”, afirmou Scott Kirby, o CEO da companhia.

United Arlines viaja com combustível feito por espiga de milho
United Arlines viaja com combustível feito por espiga de milho (Foto: Freepik)

Até o momento, a legislação aérea permite somente combustíveis 50% vegetal. No entanto, a Virent e United Airlines foram autorizadas a abastecer completamente, após testes realizados em outubro.

O combustível, também conhecido como “querosene aromático sintético”, transforma açúcares das plantas em óleo, podendo reduzir em cerca de 50% as emissões de gases de efeito estufa queimado em voos.

De acordo com os testes, o desempenho é o mesmo de combustíveis fósseis, usados normalmente. Portanto, eles podem ser substituídos com segurança, sem medo de afetar aviões e voos.

No entanto, a pesquisa ainda está sendo analisada, e a United Airlines irá fazer parceria com a Virent, para neutralizar o carbono até 2050. É esperado que a comercialização do combustível comece nos próximos meses.