Comprovante de vacinação contra a Covid-19 é exigido em 15 capitais do Brasil para a entrada de eventos

Confira as cidades que exigem a obrigatoriedade de comprovar a imunização na entrada de eventos

Resumo da Notícia

  • 15 cidades brasileiras passaram exigir comprovação de vacina contra a Covid-19
  • A exigência é para a entrada em grandes eventos
  • Veja também quais cidades tiveram eventos do fim de ano cancelados

No Brasil, 15 capitais passaram a exigir o comprovante de vacinação para ter acesso a eventos abertos com até 5 mil pessoas e fechados com até 3 mil.

-Publicidade-

As cidades que estão na lista são: Brasília, Cuiabá, Florianópolis, Fortaleza, João Pessoa, Manaus, Natal, Palmas, Porto Velho, Recife, Rio Branco, Rio de Janeiro, Salvador, São Paulo e Teresina.

Comprovante de vacinação contra a Covid-19 é exigido em 15 capitais do Brasil para entrada de eventos
Comprovante de vacinação contra a Covid-19 é exigido em 15 capitais do Brasil para entrada de eventos (FOTO: Danilo Verpa / Folhapress / Reprodução / Folha de São Paulo)

Além dessas cidades, Aracaju, capital de Sergipe, também será obrigatório a comprovação da vacina ou teste negativo da Covid-19. Já as outras capitais, não terá exigência do mesmo.

No entanto, as regras quanto a esse assunto, variam de cada local. Já algumas cidades, se tornou obrigatório a comprovar a imunização contra a doença para ter acesso a locais menores, como restaurantes, hotéis e pousadas.

Além disso, algumas cidades brasileiras cancelaram as festas públicas para evitar o contágio da doença. Confira a lista abaixo:

Ano Novo
Confira as cidades que cancelaram eventos públicos no Ano Novo (Foto: Shutterstock)

Belo Horizonte

Na terça-feira, dia 23 de novembro, o Comitê de Enfrentamento à Covid-19, desaconselhou a realização de qualquer evento de fim de ano. A Prefeitura de Belo Horizonte também não possui um planejamento para o Réveillon de 2022.

Salvador

Nesta segunda0feira, 29 de novembro, o prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciou o cancelamento do Festival Virada, que acontece todos os anos na cidade, para celebrar o réveillon de 2022. No entanto, ainda não há decisão confirmada a respeito do carnaval.

Florianópolis

As autoridades locais afirmaram que, para evitar aglomerações, capital catarinense terá a queima de fogos durante o Réveillon de 2022, mas não haverá festas. Para girar a economia local, o município aconselhou a comemorar nos próprios bairros, com poucas pessoas.

Fortaleza

A prefeitura da capital cearense, afirmou que não terá realizações de festas ou eventos públicos para o fim de ano. Portanto, a tradicional festa da virada no Aterro da Praia de Iracema não ocorrerá pelo segundo ano consecutivo.

Nesta última sexta-feira, 26 de novembro, o governo do estado realizou uma transmissão ao vivo nas redes sociais, afirmando que que só serão permitidos eventos cumprindo as medidas previstas no decreto.

João Pessoa

O município já estava planejando festas na orla das praias da capital, no entanto tiveram de ser canceladas devido à variante da Covid-19, o Ômicron. A nota foi confirmada nesta última segunda-feira, 29 de novembro, em uma coletiva de imprensa. No entanto, bares e casas de show poderão continuar funcionando normalmente, mas seguindo os protocolos de distanciamento.

Palmas

Nesta segunda-feira, 26 de novembro, a prefeitura confirmou que não haverá programação de eventos públicos para o fim de ano na cidade.

As autoridades locais afirmaram que continuam monitorando os dados epidemiológicos e o avanço da vacinação, no entanto “considera que nas condições atuais é precoce realizar uma festa visto que ocorrerá aglomerações e, portanto, risco iminente de proliferação do vírus”.