Família

Conheça a história da menor mãe do mundo que media 73 centímetros e deu à luz 3 filhos

Emily Santos

Emily Santos ,filha de Maria Teresa e Francisco

Stacey Herald é a menor mãe do mundo (Foto: Reprodução/Daily Mail)

Stacey Herald ficou conhecida mundialmente por ser a menor mulher do mundo a dar à luz e inclusive entrou no Guinness, o livro dos recordes, por este feito.

A estadunidense media apenas 73 centímetros e teve 3 filhos, apesar de todos os médicos dizerem que isso nunca seria possível, já que uma gravidez poderia levá-la à morte.

Sacey, o marido Wil e os filhos (Foto: Reprodução/Daily Mail)

Stacey sofria de uma condição rara chamada Osteogenisis Imperfecta, o que impedia seu crescimento e tornava seus ossos mais frágeis do que o normal.

Contrariando as expectativas, ela deu à luz três filhos, Kateri, atualmente com 11 anos, Makya, 10 anos e Malachi, 8 anos. Dois deles nasceram com a mesma condição da mãe.

Stacey grávida do terceiro filho (Foto: Reprodução/Daily Mail)

Apesar da condição genética, Stacey revelou ao jornal britânico Daily Mail que adaptou toda sua casa e, graças á isso e sua vontade de ser mãe, conseguia tomar conta de seus filhos, dar banho, amamentar e até trocar fraldas como todas as mães.

Stacey e sua família (Foto: Reprodução/Daily Mail)

“Qualquer coisa que eu não consiga fazer, o Wil consegue”, falou ela, se referindo ao marido de 35 anos, que sempre foi muito participativo e ativo na criação das crianças.

Mesmo com as limitações, Stacey sempre se descreveu como uma pessoa muito feliz e abençoada. “Eu me considero um milagre e ter conseguido gestar e dar à luz meus filhos também é um milagre. Meus filhos também são um milagre”, completou ela na entrevista.

Stacey faleceu em setembro de 2018 aos 44 anos de idade. A causa de sua morte não foi revelada.

Leia também:

Mãe emociona ao revelar a história da filha com condição rara que viralizou na internet

Caiu uma lágrima aqui! Bebê fica cega por condição rara e depoimento da mãe emociona

Aos 7 anos, menina com condição rara escreve livro para ensinar sobre respeito