Família

Conheça a história da mãe que emocionou a internet ao chorar pela conquista da filha

A mãe também chorou, porque gostaria da presença do pai da menina que faleceu recentemente

Jéssica Anjos

Jéssica Anjos ,filha de Adriana e Marcelo

(Foto: reprodução / Facebook / Arquivo pessoal / BBC News Brasil)

Dona Maria não se emocionou apenas com a conquista da filha, mas também por lembrar da perda do marido (Foto: reprodução / Facebook / Arquivo pessoal / BBC News Brasil)

Um imagem bombou nas redes sociais, sendo compartilhada pelo menos 120 mil vezes no Facebook, Twitter e Instagram. Nela, dona Maria das Graças aparece chorando ao lado da filha Eloá. A emoção era pela homenagem que a filha, de 12 anos, recebeu pelo excelente exemplo na escola.

A foto gerou comoção de milhares de pais e mães que entenderam completamente o que dona Maria estava sentindo. A publicação original, feita pela escola pública onde Eloá estudo, foram mais de 70 mil curtidas. Mas para contar a história de vida das duas, a BBC Brasil procurou a família e conversou com a mãe e descobriu que as duas estavam tentando seguir em frente após o falecimento do pai.

A história por trás da foto

Dona Maria das Graças se preparou para participar de um evento da Escola Estadual Doutor Fernando Amos Siriani, em Bragança Paulista, São Paulo: um sarau para pais e alunos. O evento entregaria certificados em reconhecimento ao desempenho dos alunos que tiveram destaque durante todo o ano.

Eloá de Oliveira Rosa foi uma das homenageadas pela escola e convidada a receber o certificado de melhor aluna. Segundo a BBC Brasil, a criança está no sétimo ano, sexta-série, do ensino fundamental e não esperava pelo prêmio foi tudo uma surpresa! “Eu não esperava, porque no primeiro bimestre tive um desempenho mais ou menos na escola. Mas depois me dediquei mais aos estudos e melhorei”, disse em entrevista à BBC News Brasil.

Maria e Eloá

A publicação foi compartilhada na internet pelo menos 120 mil vezes (Foto: reprodução / Facebook)

Os professores contaram que a menina sempre foi dedicada aos estudos. “No ano passado, ela tinha bastante dificuldade com a Língua Portuguesa, mas, com o tempo, foi se esforçando e melhorando”, disse a professora de Língua Portuguesa Tatiana de Lima, responsável pela organização do sarau.

Dona Maria das Graças comentou que desde o início do evento já estava emocionada. Porém, quando ouviu o nome da filha ser chamado para receber o prêmio de um dos destaques do ano não conseguiu segurar o choro. A mãe de Eloá foi convidada a tirar uma foto com a menina e então a mulher começou a chorar ainda mais. “No início, ela tentou se esconder da foto, com vergonha por estar chorando, porque a emoção foi muito grande. Então, a acalmei e disse que era um momento importante, que elas estavam lindas e então ela deixou que eu a fotografasse”, comentou a coordenadora da escola, Cecília Fontaneta.

A mãe de Eloá disse ter estudado apenas até a sétima série do ensino fundamental, porque precisou trabalhar. Mas, comentou que sempre incentivou os estudos da filha e queria muito que ela fosse uma boa aluna. Ver a menina ganhar um reconhecimento desses da escola foi a certeza de que ela havia seguido os conselhos de Maria. “Fiquei muito contente em ver como a minha filha é inteligente e o esforço dela na escola”, disse.

Maria das Graças também revelou à BBC que ficou mais emocionada ao lembrar do marido, que faleceu no dia 25 de agosto deste ano, por causa de um infarto. O pai, que tinha 54 anos, era o maior incentivador dos estudos de Eloá, segundo a mãe. “Meu marido sempre dizia sobre a importância da escola e queria que todos os filhos terminassem os estudos, como ele”, disse Maria, enquanto segurava o choro.

De acordo com Maria, o marido ficaria muito feliz se estivesse presente durante a homenagem para a filha. “Senti muito por ele não estar comigo naquele momento. Isso me emocionou“, completou. Eloá comentou que encarou o choro da mãe como uma maneira de expressar orgulho e amor por ela. “Eu sei que ela chorou de alegria por mim e também de saudades do meu pai”, disse a menina.

(Foto: Arquivo pessoal / BBC News Brasil)

Dona Maria das Graças, a filha Eloá, e o marido Gessy Roberto (Foto: Arquivo pessoal / BBC News Brasil)

Eloá disse que seu objetivo agora é honrar a memória do pai, Gessy Roberto, conquistando o diploma do Ensino Superior. A menina sonha em se formar em Direito na faculdade “para defender as pessoas boas” como o pai. “Eu sei que se a pessoa não estudar, não vai ser nada, porque as coisas são difíceis”, comentou Eloá.

A família não tem internet em casa e só descobriu que a foto estava fazendo sucesso na manhã seguinte a publicação. “Foi muito legal saber que as pessoas gostaram da nossa história”, completou dona Maria das Graças.

Leia também:

Menino escreve carta para enganar a mãe e faltar na escola: “É verdade esse bilete”

Preconceito na escola: professora pede para mãe dar “um jeito no cabelo” da filha

Escola pede fotos de grávida e mãe adotiva tem ideia surpreendente