Conheça os costumes de Natal mais estranhos da Família Real

Você já parou para pensar como essa data é comemorada na realeza? Veja mais das tradições deles!

Resumo da Notícia

  • Toda família tem os próprios costumes e tradições de Natal
  • A Família Real tem vários hábitos natalinos e alguns podem ser considerados um tanto quanto estranhos para quem não está acostumado
  • O jornal britânico The Sun trouxe algumas dessas tradições diferentes da realeza do país

Toda família tem os próprios costumes e tradições de Natal, mas você já parou para pensar como funciona essa data na realeza? A Família Real tem vários hábitos natalinos e alguns podem ser considerados um tanto quanto estranhos para quem não está acostumado. O jornal britânico The Sun trouxe algumas dessas tradições diferentes da realeza do país. Confira:

-Publicidade-
A Família Real
Conheça os costumes de Natal mais estranhos da Família Real (Foto: reprodução Instagram)
  • O membro mais importante da Família Real precisa chegar por último 

Em conversa com o Wales Online em 2014, o autor real Brian Hoey revelou que os membros da família têm um horário específico para chegar uma semana antes das comemorações. “Os membros da família que foram convidados para passar o feriado com a Rainha e o Príncipe Philip são informados pelo Crown Equerry, que organiza todo o transporte, em que ordem eles devem chegar a Sandringham e em exatamente que horas”, explicou ele.

“O protocolo real sendo o que é, é tudo elaborado de acordo com a precedência e a antiguidade, com o mais jovem e menos importante chegando primeiro e o Príncipe Charles e a Duquesa de Cornwall, o Duque e a Duquesa de Cambridge [e seus filhos], os últimos aparecer”, completou.

  • Os presentes são trocados na véspera de Natal

É comum passarmos toda a véspera de Natal aguardando meia noite para fazermos as trocas dos presentes. Antes disso, na maioria das famílias, as crianças não podem abrir os pacotes. No caso da Família Real, isso não acontece bem assim.  De acordo com o especialista Robert Jobson, os membros da família trocam seus presentes como uma homenagem à herança alemã – como o marido da rainha Victoria, Albert, iniciou a tradição após seu casamento em 1841.

“A realeza tem feito isso todos os anos desde então. Na véspera de Natal, quando todos estão juntos, os netos e bisnetos da rainha deram os toques finais na árvore de Natal de 6 metros na Sala de Estar Branca. Os presentes serão abertos naquele dia na hora do chá, já que a realeza ainda mantém a prática alemã de abrir seus presentes na véspera de Natal”, contou. Em vez de empurrá-los para debaixo da árvore, a família é convidada a colocar seus presentes ao lado dos cartões com os nomes em uma toalha de mesa de linho na Sala Vermelha.

  • O jantar não é a única refeição grande 

Enquanto para a maioria das pessoas a refeição mais importante do Natal é o jantar que acontece na véspera, para a Família Real esse não é o único momento importante. No castelo, os convidados precisam se preparar e vestir-se de forma social, com homens de smoking e mulheres de tiaras. A refeição segue com um longo banquete. No dia seguinte, pela manhã, segundo o ex-chefe da família, Darren McGarady, todos são servidos com uma fritada inglesa completa em seus quartos.

E se isso não bastasse, o chef disse ao Daily Mail que a família também segue o almoço de Natal com porco selvagem para o jantar. “Quando eu estava lá, era tradicional, cozinha inglesa antiga: uma cabeça de javali recheada em travessas, língua de boi e presunto cozido e assado, salmão e caça. Batatas com molho holandês, tomate fatiado ou folhas verdes bastam como acompanhamento “, relembrou.

  • Os cachorros também têm um cardápio especial 

Os animais de estimação também são parte da família e a Rainha garante que os amados corgis dela também tenham um presente especial de Natal. Ainda segundo o portal The Sun, o ex-chefe contou que a Majestade faz questão de que os cães também recebam uma refeição especial de Natal.

“Até os corgis – havia 12 quando eu era chef – têm menus individuais, geralmente envolvendo uma rotação de coelho fresco, carne ou frango com arroz e repolho. Brincando, nos referiríamos aos lacaios responsáveis ​​pelos cães, ambos chamados Paul, como‘ Cachorrinho Um e Cachorrinho Dois ’”, contou.