Consciente! Menina de 10 anos faz campanha contra o excesso de plástico no mundo

Skye Neville, de 10 anos, criou uma campanha para combater o uso excessivo de materiais para a fabricação de brinquedos descartáveis

Resumo da Notícia

  • Skye Neville, de 10 anos, provou que já é super consciente sobre os problemas ambientais no mundo!
  • A menina chamou atenção de ativistas ambientais após criar uma campanha para combater a fabricação de brinquedos
  • Skye já trouxe diversos resultados positivos com a campanha, criada há mais de 4 meses

No Reino Unido, no País de Gales, Skye Neville, de 10 anos, provou que já é super consciente sobre os problemas ambientais no mundo! A menina chamou atenção de políticos e ativistas ambientais após criar uma campanha para combater a fabricação de brinquedos descartáveis que fazem uso excessivo de plástico em para a produção.

-Publicidade-
Menina de 10 anos faz campanha contra o excesso de plástico (Foto: Reprodução / The e Guardian)

Skye já trouxe diversos resultados positivos com a campanha, criada há mais de 4 meses. Um exemplo é o grupo de supermercados Waitrose, que foi convencido pela garotinha a deixar de vender revistas que acompanhavam brinquedos de plástico como brinde. “O pior brinquedo que já tive foi uma língua de borracha. Qual o sentido? Já tive toneladas de coisas moles e uma caneta de esqueleto que nem dava para escrever direito. Isso se torna muito lixo de plástico”, ressaltou ela ao The Guardian.

A campanha tem o objetivo de retirar os brindes das revistas, no entanto, não inclui itens de artesanato educativos ou reutilizáveis, como lápis e canetas para pintar ou modelos colecionáveis ​​que devem ser usados ​​várias vezes. Ou seja, a meta não é parar de oferecer brindes, mas sim mudar a maneira como esse produto é fabricado.

-Publicidade-

A menina teve a ideia de criar a campanha após Fairbourne, cidade onde a menina mora, precisou de barreiras de contenção para se proteger do avanço do nível do mar. Além disso, em 2050, os mecanismos de contenção deixarão de funcionar e os habitantes de Fairbourne deverão abandonar as casas. Então, a menina decidiu fazer algo para que isso não aconteça novamente.

Dave, pai de Skye, mostrou que está muito orgulhoso da trajetória da menina. Ele ainda conta que espera que ela se torne uma inspiração para crianças que se identificam, já que ele acredita que quantas mais pessoas se posicionarem, mais importância terá o assunto tão importante.

Diante da campanha de Skyle, a ministra Eluned Morgan, ministra da Saúde Mental, Bem-Estar e Língua Galesa, prometeu ajudar a encontrar maneiras para que o País de Gales reduzisse o plástico. “Sua paixão reflete o grande  apoio que sua campanha recebeu, apresentando aos políticos e aos principais participantes da indústria algumas verdades duras sobre a poluição do plástico”, disse.