Conselho de Enfermagem de São Paulo vai apurar denúncia de Klara Castanho após vazamento de informações

Após a carta aberta compartilhada por Klara Castanho nas redes sociais, o Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo está investigando sobre o caso e o Hospital Rede D’Or prestou solidariedade para atriz

Resumo da Notícia

  • A Coren-SP irá investigar a denúncia de Klara Castanho
  • O hospital Rede D'Or, onde a atriz foi atendida, também está investigando
  • Tanto o Conselho Regional como o hospital deram notas oficiais em seus sites

O Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo (Coren/SP) disse em nota neste domingo, 26 de junho, que irá apurar o relato de Klara Castanho, após as informações sobre o parto dela serem vazadas.

-Publicidade-

No sábado, 25 de junho, a atriz disse nas redes sociais que foi abordada por uma enfermeira no hospital onde estava, que ameaçou a vazar a informação sobre a gravidez, o filho e a adoção.

O acontecido também será investigado pelo Hospital e Maternidade Rede D’Or, onde a atriz foi atendida. O próprio hospital também deu uma nota dizendo que “tem princípios de preservar a privacidade dos seus pacientes bem como o sigilo das informações do prontuário médico”.

Klara Castanho recebeu o apoio do pai após carta aberta
Klara Castanho fez carta aberta sobre o caso em redes sociais (Foto: reprodução/Instagram/@klarafgcastanho)

Veja a nota do Conselho Regional de Enfermagem de São Paulo na íntegra:

“O Coren/SP, assim como a sociedade brasileira, tomou ciência neste final de semana da situação exposta por atriz, que menciona, em uma carta aberta, ter sido alvo de ameaça de uma enfermeira e a seguinte confirmação por colunista da imprensa a respeito de informações sobre a entrega para adoção de um bebê fruto de um estupro”.