CoronaVac: 5,6 mil litros de insumos para produção da vacina chegam a São Paulo

Voo vindo da China trouxe matéria-prima para a produção de 8,7 milhões de doses da vacina na sede do instituto Butantan

Resumo da Notícia

  • Chegou em São Paulo um novo lote de insumos para a produção da vacina CoronaVac
  • A matéria-prima fará a produção de 8,7 milhões de doses do imunizante contra a Covid-19
  • Esse é o segundo lote de insumos que São Paulo recebe neste ano

Na manhã desta quarta-feira, 10 de fevereiro, um novo lote de insumos para a produção da vacina CoronaVac, chegou no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. O lote possui mais de 5,6 mil litros de matéria-prima para a produção de 8,7 milhões de doses do imunizante contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

-Publicidade-
Instituto Butantan recebe novo lote de insumos para produção da vacina CoronaVac (Foto: Freepick)

As doses do imunizante, serão destinadas ao Plano Nacional de Imunizações (PNI). Esse é o segundo lote de insumos que São Paulo recebe neste ano. O primeiro lote chegou em 3 de fevereiro pelo Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas.

O primeiro lote, contou com 5,4 mil litros de insumos, para a produção de 8,6 milhões doses da vacina Coronavac. Somadas, as cargas permitirão a fabricação de 17,3 milhões de doses de imunizantes, que começarão a ser entregues ao Ministério da Saúde a partir do final deste mês.

-Publicidade-

A previsão do instituto é que a produção de vacinas contra a covid-19 alcance até 600 mil doses diárias com as duas remessas de matéria-prima. Segundo à UOL, o diretor do Butantan, Dimas Covas, disse que a expectativa é que a produção de vacinas tenha continuidade até setembro, pois está previsto a entrega de 100 milhões de doses no acordo com a Sinovac.