Coronavac: OMS aprova uso emergencial de vacina contra covid-19

A Coronavac será recomendada para a população com 18 anos ou mais e deve ser aplicada em duas doses

Resumo da Notícia

  • A Coronavac é o sexto imunizante a receber a autorização da OMS
  • A aplicação é recomendada para pessoas com 18 anos ou mais
  • Ela é uma das três vacinas que estão sendo oferecidas no Brasil

Nesta terça-feira, 1º de junho, a Organização Mundial de Saúde (OMS) aprovou o uso emergencial da Coravac, a vacina desenvolvida contra covid-19. Ao todo, este é o sexto imunizante a receber a autorização e é uma das três opções utilizadas no Brasil.

-Publicidade-

A partir dos testes e evidências disponíveis, a OMS recomenda o uso da Coronavac em adultos com 18 anos ou mais, com aplicação de duas doses e intervalo de duas a quatro semanas entre elas. “(A vacina) atende aos padrões internacionais de segurança, eficácia e de fabricação”, afirma a entidade.

Além disso, a OMS disse que “seus requisitos de armazenamento fáceis a tornam muito gerenciável e particularmente adequada para cenários de poucos recursos”. Quanto aos resultados de eficácia, foi considerado que a vacina preveniu casos sintomáticos em 51% dos vacinados e também 100% nos casos mais graves da doença nos pacientes estudados.

A coronavac deve ser aplicada em duas doses em pacientes com 18 anos ou mais, segundo a OMS (Foto: Freepick)

O Instituto Butantan divulgou os resultados do estudo realizado em Serrana

Em 2020, a população de Serrana era de 45.644 pessoas, sendo 28.380 representada por adultos. Em seguida, a cidade foi dividida em 25 pequenas áreas, que foram agrupadas por cores (amarelo, verde, cinza e azul). Para o início da imunização contra a covid-19, houve um sorteio a partir dessas regiões, justamente para que não houvesse nenhum tipo de viés. Vale lembrar que o projeto S começou na 6ª semana epidemiológica e terminou na 19ª.

Quanto a aceitabilidade do projeto em Serrana, 97,7% tomaram a primeira dose, representando 27.722 pessoas imunizadas. Quanto a segunda dose, 27.160 pessoas receberam o imunizante, indicando 97,9% daqueles que foram vacinados com a primeira dose.

De maneira geral a cobertura vacinal da cidade sede do projeto S foi de 95,7%. “Poucos programas de vacinação no mundo tem um valor tão expressivo como esse. As pessoas confiaram e entenderam que essa é a melhor estratégia”, comenta Marcos Borges, diretor do hospital estadual de Serrana e um dos coordenadores do projeto S. Confira mais dados sobre o estudo.

11º Seminário Internacional Pais&Filhos – A Sua Realidade

Está rolando AGORA! O 11º Seminário Internacional Pais&Filhos é hoje, com oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: você pode participar dos sorteios e ganhar prêmios incríveis. Para se inscrever para os sorteios e assistir ao Seminário ao vivo, clique aqui!