Coronavírus: 5 coisas que você pode fazer agora para se prevenir

O 8° caso foi confirmado no Brasil hoje (5 de março). Confira o que você pode fazer neste momento para evitar que seus filhos sejam contaminados.

Resumo da Notícia

  • O 8° caso de coronavírus no Brasil foi confirmado hoje
  • O vírus se espalhou para pelo menos 81 municípios, onde adoeceu mais de 96.800 pessoas e causou pelo menos 3.300 mortes
  • Nas crianças, os sintomas tendem ser mais leves, mas mesmo assim alguns pais estão preocupados com a saúde dos filhos
  • Veja como preparar sua família para um possível surto
O que fazer agora para se prevenir contra o coronavírus (Foto: Getty Images)

Se você é pai ou mãe, provavelmente está de olho nas notícias a respeito do coronavírus (COVID-19), a doença respiratória originada em Wuhan, na China. O vírus se espalhou para pelo menos 81 municípios, onde adoeceu mais de 96.800 pessoas e causou pelo menos 3.300 mortes. 

-Publicidade-

É natural que os pais se preocupem, mas, felizmente, os especialistas dizem que não é provável que seu filho contraia coronavírus sem exposição conhecida à doença. E mesmo que seu filho desenvolva o coronavírus, provavelmente não será grave e nem causará risco de vida. Casos confirmados em crianças tendem a apresentar sintomas leves, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

“Relatórios de crianças com COVID-19 na China descreveram sintomas semelhantes ao resfriado, como febre, coriza e tosse”, diz o CDC, acrescentando que vômitos e diarreia também foram documentados. “Esses relatórios limitados sugerem que crianças com COVID-19 confirmado geralmente apresentam sintomas leves e, embora tenham sido relatadas complicações graves (síndrome do desconforto respiratório agudo, choque séptico), elas parecem incomuns”.

-Publicidade-

Mesmo assim, é importante estar preparado. Embora você não possa controlar como o coronavírus se espalhará, há algumas coisas que você pode controlar. Veja como preparar sua família para um possível surto.

Criança com coronavírus (Foto: Getty Images)

Ensine seus filhos a lavar as mãos

O coronavírus é uma doença respiratória como resfriado ou gripe. Se gotículas cheias de bactérias entram no nariz ou na boca de uma criança, ele pode ficar doente, diz Miryam Wahrman, Ph.D., professor de biologia e diretor do laboratório de pesquisa em microbiologia da Universidade William Paterson e autor do The Hand Book: Sobrevivendo em um mundo cheio de germes. A melhor prevenção é a higiene das mãos, por isso ensine seus filhos a lavar as mãos. Verifique se eles limpam antes de comer e antes de tocar nos olhos, nariz e boca.

Aprenda sobre o protocolo de doenças infecciosas da sua escola

As escolas no Japão fecharam por cerca de um mês – parcialmente em um esforço para controlar o coronavírus antes dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Também ocorreram fechamentos de escolas na China, Japão, Washington e outras áreas afetadas. Os especialistas não têm certeza se isso acontecerá em toda a América, mas é definitivamente uma possibilidade. Então, como você pode se preparar?

A Dra. Nancy Messonnier, diretora do Centro Nacional de Imunização e Doenças Respiratórias, sugeriu anteriormente que os pais entrassem em contato com a escola para perguntar sobre o protocolo. Ela acrescenta que “a educação escolar pela Internet” pode ser uma opção no caso de fechamento de escolas – mas é claro que esse plano pode não ser possível para estudantes sem computadores domésticos, de acordo com o The New York Times.

No Brasil já foram 8 casos confirmados (Foto: Getty Images)

Tenha cuidado ao viajar

O CDC e o Departamento de Estado dos EUA emitiram avisos de viagem para vários locais. Eles recomendam, por exemplo, evitar todas as viagens não essenciais à China, Irã, Coréia do Sul e Itália. Confira as diretrizes e recomendações mais recentes e use seu critério antes de embarcar em uma viagem. Você precisará avaliar os benefícios em relação ao risco, diz o Dr. Wahrman, já que um surto pode ocorrer a qualquer momento. Se você viajar de avião, evite pessoas que pareçam doentes, lave as mãos com frequência e desinfecte itens comuns, como mesas de bandejas.

Converse com seus filhos

Seu filho provavelmente já ouviu falar sobre o coronavírus. Porém, como os colegas de classe não são as fontes de informação mais confiáveis, é importante manter uma comunicação adequada à idade sobre a doença. Informe seu filho que você está disponível para perguntas e responda honestamente às perguntas dele (mas não é necessário assustá-lo desnecessariamente). 

Estocar mantimentos e itens básicos

Se houver um surto de coronavírus no seu bairro, considere estocar mantimentos não perecíveis, como macarrão com queijo em caixas, biscoitos e maçãs (que duram mais do que outras frutas). Considere também a compra de outras necessidades para dias de folga, como: papel higiênico e lenços de papel. Dessa forma, você não precisará sair de casa em caso de quarentena.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-