Corpos de mãe e filha são em encontrados em posição inacreditável após deslizamento em Recife

A menina, de apenas 6 anos, e a mãe foram encontradas juntas em uma posição emocionante. O pai também foi encontrado a alguns metros de distância, após o deslizamento em Recife

Resumo da Notícia

  • O deslizamento em Recife já deixou pelo menos 106 pessoas mortas
  • Desta vez os corpos de mãe e filha foram encontrados juntos, em uma posição emocionante
  • A família morava em Vila dos Milagres, no Barro, na Zona Oeste do Recife

O deslizamento em Recife já deixou pelo menos 106 pessoas mortas, e desta vez os corpos de mãe e filha foram encontrados juntos e abraçados, muito emocionante. A família morava em Vila dos Milagres, no Barro, na Zona Oeste do Recife.

-Publicidade-

O pai, de 41 anos, também foi encontrado a alguns metros de distância das duas. Até a tarde da última terça-feira (31), aumentou para 106 o número de mortes confirmadas em Pernambuco por causa das chuvas, que deixaram 6.198 pessoas desabrigadas no estado e 24 cidades em situação de emergência. Os óbitos foram confirmados entre a quarta-feira (25) e a tarde de terça-feira (31).

Os corpos da mãe e d afilha foram levados ao IML
Os corpos da mãe e d afilha foram levados ao IML (Foto: Reprodução/Marlon Costa/Pernambuco Press)

Segundo o Corpo de Bombeiros, a menina tinha 6 anos e se chama Gabriele. A mulher foi identificada apenas como Gabriela e não teve a idade divulgada. O homem, como Fábio Luiz Calaça. Os corpos foram levados ao Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, no Centro do Recife.

De acordo com o major Rafael Queiroz, que comanda as buscas no local, a menina estava abraçada com a mãe. “Quando a chuva intensifica, temos que retrair a equipe, para não deixar a equipe em perigo. Então, é um trabalho arriscado, mas essa é a nossa missão. [A menina] estava abraçada com a mãe e o pai estava um pouco mais afastado”, declarou ao portal do G1.