Costureira de 69 anos produz máscaras de pano para doação durante a quarentena

Ela costumava fazer vestidos infantis, mas como o tempo é de solidariedade, interrompeu as produções tradicionais para contribuir com aqueles que precisam se proteger, mas não têm dinheiro

Resumo da Notícia

  • Costureira produz máscaras de tecido para doação
  • Ela costumava fazer vestidos infantis
  • Walnide começou a produzir as máscaras para a filha, psicóloga, e as pacientes dela
  • As coisas tomaram uma proporção inimaginável e ela já fabricou 50 peças em 1 dia
  • Para contribuir com as doações, ela vende alguns kits por 10 reais para os que podem pagar
Costureira fabrica máscaras caseiras para doação (Foto: Getty Images)

 

-Publicidade-

 

 

-Publicidade-

 

 

 

 

 

 

 

 

A costureira Walnide Aparecida Araújo Mendes, de 69 anos, costuma produzir vestidos infantis. Mas como o período pede solidariedade, a aposentada trocou seu foco para ajudar a população e está confeccionando máscaras de tecido para doar aos que não tem condições de pagar pelo utensílio mas precisam se proteger do coronavírus.

A goiana começou produzindo apenas para sua filha, que é psicologa, e para os pacientes dela. Porém, uma foto foi parar na internet e tomou proporções que ninguém da família imaginaria: logo começaram a aparecer diversos pedidos nas redes sociais. Walnide contou ao G1 que se esforça para conseguir atender a todos.

“Fico muito triste pela situação [da pandemia], mas feliz por ajudar quem precisa. Tem gente que não pode parar e não tem como comprar as máscaras. As pessoas precisam ser protegidas“, disse ao site. Desde quinta-feira, 2 de abril, quando a foto foi parar nas redes sociais, ela já produziu 50 máscaras e recebeu cerca de 60 encomendas.

A costureira está trabalhando com o restante de tecido que tem em casa, mas sabe que o material não conseguirá atender toda a demanda. Como as lojas estão fechadas e ela também se preocupa com a proteção, a aposentada passou a pedir mais material em sites para atender a todos os pedidos.

Para comprar o tecido, ela vende alguns kits de máscaras por R$ 10 reais para quem pode pagar. Com esse dinheiro, Walnide consegue comprar mais pano e produzir mais para as doações.

Agora, você pode receber notícias da Pais&Filhos direto no seu WhatsApp. Para fazer parte do nosso canal CLIQUE AQUI!

-Publicidade-