Covid-19: Anvisa concede certificado de Boas Práticas de Fabricação à vacina da Pfizer

A Agência informou a decisão na noite desta segunda-feira (28). Essa etapa é um dos pré-requisitos para análise de registro da vacina. Outras variantes também estão sendo checadas

Resumo da Notícia

  • A Anvisa concedeu a certificação de Boas Práticas de Fabricação para a vacina desenvolvida pela Pfizer
  • A Agência informou a decisão nesta segunda-feira, após a avaliação de três fábricas
  • Esse certificado é necessário para análise do registro da vacina

Na noite desta segunda-feira (28), a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que concedeu a certificação de Boas Práticas de Fabricação para a vacina desenvolvida pela Pfizer (Biontech).

-Publicidade-
A Anvisa deu o certificado após inspeção (Foto: Unsplash)

A própria Anvisa disse que no momento quatro empresas fazem parte do processo de fabricação dessa vacina, garantindo que três já estão seguindo esse protocolo (e faltando a avaliação de uma apenas).

A certificação concedida é um dos pré-requisitos para a análise do registro da vacina e a checagem do cumprimento das Boas Práticas durante o período de pandemia pode ser realizado de duas formas: através de uma inspeção da Anvisa ou relatórios de inspeção elaborados feitos por autoridades reguladoras.

-Publicidade-

Para a vacina da Pfizer, as duas inspeções estão sendo feitas das duas formas. Duas empresas foram inspecionadas por autoridades reguladoras e uma pela própria Anvisa.

Vacinação contra o coronavírus

Há cerca de uma semana, a Anvisa também contou que uma equipe técnica foi enviada a China para realizar uma inspeção nas fábricas em que estão sendo produzidas a CoronaVac e AstraZeneca e já havia retornado ao Brasil.

Ao jornal O Globo, a Anvisa disse que essa etapa é “essencial para que as vacinas a serem disponibilizadas no Brasil tenham qualidade e segurança”, reafirmando que estão juntando todos os esforços para que a certificação finalize o mais cedo possível.

-Publicidade-