Covid-19: São Paulo vai antecipar vacinação mais uma vez em todo o estado

A partir de uma coletiva de imprensa realizada no início da tarde, foi anunciado a compra de doses extras da vacina contra a covid-19, permitindo a antecipação da imunização em São Paulo

Resumo da Notícia

  • A partir da compra de mais doses, São Paulo prevê antecipar o calendário de vacinação contra a covid-19
  • Na sexta-feira, 9 de julho, começa a ampliação do funcionamento das atividades econômicas
  • Comércios e serviços poderão funcionar até as 23h, com ocupação em 60%

Nesta quarta-feira, 7 de julho, o governo do estado de São Paulo realizou uma coletiva de imprensa para informar os dados da pandemia, entrega de doses ao Programa Nacional de Imunização, transição do Plano São Paulo e antecipação da vacinação contra a covid-19.

-Publicidade-

A partir da próxima sexta-feira, 9 de julho, começa a ampliação do funcionamento das atividades econômicas. Bares, restaurantes, padarias, comércios e serviços poderão funcionar até as 23h, com ocupação em 60%. A decisão foi tomada após uma redução no número de casos e óbitos no estado de São Paulo. O toque de recolher será mantido das 23h às 5h manhã, assim como o rodízio de veículos.

Entrega de vacinas ao PNI

A partir da produção da CoronaVac, o Instituto Butantan antecipou em 30 dias a entrega de mais vacinas contra a covid-19 ao Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde. O contrato total é de que o PNI receba 100 milhões de imunizantes. “Vamos avançar na produção de vacinas e ajudar o Brasil e países vizinhos a combaterem a pandemia”, informou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

São Paulo vai antecipar mais uma vez a vacinação contra a covid-19 (Foto: Freepik)

Compra de vacinas em São Paulo

Durante a coletiva, João Doria informou a compra de mais de 4 milhões de doses extras da CoronaVac. Hoje, será entregue a primeira remessa com 2,7 milhões de doses prontas. Regiane de Paula, coordenadora estadual do programa de imunização disse que “as vacinas passarão por um controle de qualidade e ainda não temos um calendário para apresentar. Em breve será disponibilizado”.

Antecipação da vacinação contra a covid-19 em São Paulo

A partir da compra de mais doses da vacina contra a covid-19, São Paulo irá antecipar a imunização da população mais uma vez. “Temos o compromisso com a vida. São Paulo foi o primeiro estado brasileiro a começar a vacinar. 30 milhões de doses foram prometidas e a primeira carga de 2,7 milhões extras chega nas próximas horas. Isso permite a aceleração do processo de vacinação dentro do estado. Bem antes de 15 de setembro poderemos vacinar as pessoas em São Paulo”, disse Jean Gorinchteyn, secretário de Saúde.

Volta às aulas presenciais para ensino técnico e superior

De acordo com Rossieli Soares, secretário de Educação de São Paulo, o ensino superior e técnico (faculdades) poderão retomar as aulas presenciais a partir do dia 2 de agosto. O decreto 65.849 indica que “atividades práticas, laboratoriais e estágio dos cursos superiores de todas as carreiras são essenciais e poderão funcionar sem restrição de ocupação”. Vale lembrar que a taxa de ocupação de 60% deve ser respeitada.

Eventos modelo em São Paulo

A partir do dia 17 de julho, São Paulo irá realizar 30 eventos modelo. Será obrigatório que o público esteja vacinado, testado e utilizando máscaras. Após os eventos, os participantes deverão ser acompanhados por 30 dias. Vale lembrar que o custo de cada um dos eventos será do responsável que se voluntariou. “Vamos mostrar que é possível proteger vidas e que queremos ser o exemplo para que tenhamos menos descumprimentos”, disse Patrícia Ellen, secretária de desenvolvimento.