Criança autista fica trancada em casa por 12 dias com a mãe morta

O menino de 6 anos foi encontrado em casa, junto ao corpo da mãe, que estava morta há cerca de 12 dias, segundo o IML

Resumo da Notícia

  • Uma mulher foi encontrada morta em Minas Gerais
  • O filho dela ficou trancado em casa com ela morta por cerca de 12 dias
  • O irmão dela que encontrou a criança e o corpo em decomposição
  • Foi constatada a causa da morte pelo IML

Em São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais, uma mulher foi encontrada morta em casa. O caso comoveu a população da cidade, já que o filho dela, autista e de 6 anos de idade, ficou dentro de casa ao lado do corpo da mãe por cerca de 12 dias.

-Publicidade-

Na noite da última segunda-feira, dia 16 de maio, o funileiro Elias Souza foi até a casa da irmã, Ana Paula, que tinha 39 anos. Ela não havia entrado em contato com a família há dias. O irmão gritou no portão várias vezes, mas como estava tudo trancado, estourou o cadeado e arrombou a porta da sala.

"Meu irmão mostrou o nome que quer dar para a filha e eu achei que era uma piada"
Homem acha a irmã morta após 12 dias (Foto: Getty Images)

Já dentro da casa, Elias sentiu um cheiro muito forte, e indo ao quarto da irmã, encontrou o corpo dela em estado de composição. Na cozinha, estava o filho da mulher, que não conseguiu expressar o que aconteceu.

A Polícia Militar de São Sebastião do Paraíso foi chamada para registrar um Boletim de Ocorrência. A primeira hipótese era de que Ana Paula teria se suicidado e teria deixado comida pronta para que o filho comesse. A suspeita foi negada após exame realizado pelo IML (Instituto Médico Legal), que afirmou que a causa da morte foi infarto do miocárdio.

De acordo com o laudo dado pelo IML, a morte ocorreu há mais de 12 dias, conforme o estado em que o corpo foi encontrado. Nesse tempo, a criança provavelmente se alimentou do que estava na mesa. O corpo de Ana Paula foi liberado na quarta-feira, dia 18 de maio, para velório e sepultamento.