Criança com autismo constrói globo terrestre de quase 2600 peças aos 13 anos

Não é a primeira vez que Davi surpreende com as habilidades em montar peças já que em 2019 ele construiu uma réplica da Estátua da Liberdade

Resumo da Notícia

  • Davi de Oliveira Garcia montou um globo terrestre de quase 2600 peças aos 13 anos
  • O garoto foi diagnosticado com autismo leve
  • Ele já encantou a internet ao construir, em 2019, uma réplica da Estátua da Liberdade

Aos 13 anos de idade, Davi de Oliveira Garcia encantou a internet ao montar um globo terrestre de quase 2600 peças. Não é a primeira vez que Davi surpreende na habilidade com peças de blocos, já que em 2019 ele montou uma réplica da Estátua da Liberdade de 1600 peças em 5 horas e meia.

-Publicidade-
Criança com autismo constrói globo terrestre de quase 2600 peças aos 13 anos
Criança com autismo constrói globo terrestre de quase 2600 peças aos 13 anos (Foto: Reprodução/Instagram)

Segundo a mãe do garoto, Raphaella de Oliveira, ele ficou horas montando o objeto: “A construção do planeta Terra durou 9 horas e 20 minutos de raciocínio, paciência e determinação. Foram 2.595 peças”, disse ela para o portal Só Notícia Boa.

“Cada dia mais ele tem evoluído em suas construções, e isso enche meu coração de orgulho e emoção”, disse emocionada a mãe. Davi foi, à princípio, diagnosticado com TDAH, mas aos 6 anos o diagnóstico de autismo leve apareceu.

Criança com autismo constrói globo terrestre de quase 2600 peças aos 13 anos
Criança com autismo constrói globo terrestre de quase 2600 peças aos 13 anos (Foto: Reprodução/Instagram)

A mãe ainda disse: “Agora ele se socializa bem, apesar da dificuldade na fala (melhorou muito), é comunicativo e carismático. O que é de interesse dele, aprende muito rápido, nunca se importou com barulhos, costumo dizer que ele gosta da bagunça”.

“No começo da descoberta do Autismo foram tantas inseguranças, inseguranças que com o tempo foram deixadas para trás e foram se transformando em orgulho e emoção”, continuou Raphaella. “Nunca duvide da capacidade de um Autista. Diagnóstico não define destino. Autismo não é o fim”, completou.