Criança de 3 anos morre trancada em carro quente enquanto pais assistiam série

Laura Black, de 37 anos, e o namorado, Aaron Hill, de 29, teriam deixado Rylee Rose Black dormindo na cadeirinha do veículo por seis horas

Resumo da Notícia

  • Um casal de Queensland, na Austrália, está sendo acusado de homicídio após esquecer a filha de 3 anos dentro de um carro quente por seis horas
  • Laura Black, de 37 anos, e o namorado, Aaron Hill, de 29, teriam deixado Rylee Rose Black dormindo na cadeirinha do veículo
  • Rylee foi imediatamente levada para o Hospital da Universidade de Townsville, mas não resistiu

Um casal de Queensland, na Austrália, está sendo acusado de homicídio após esquecer a filha de 3 anos dentro de um carro quente por seis horas. Laura Black, de 37 anos, e o namorado, Aaron Hill, de 29, teriam deixado Rylee Rose Black dormindo na cadeirinha do veículo após levar as irmãs mais velhas para a escola.

-Publicidade-
O caso aconteceu neste domingo (Foto: The Sun)

Cyber Monday

Perdeu a Black Friday? Última chamada para aproveitar muitos produtos com descontos nesta Cyber Monday da Amazon! Para conferir todas as promoções em várias categorias, clique AQUI! Aproveite também o cupom OUTLET30 e ganhe 30% off em itens selecionados clicando AQUI. Você ainda pode ter frete grátis e promoções exclusivas ao se tornar um membro Prime! A assinatura é de apenas R$ 9,90 por mês e também garante entrega mais rápida, acesso a filmes, séries e desenhos animados. Inscreva-se e ganhe 30 dias grátis CLICANDO AQUI.

Segundo informações do The Sun, o casal retornou para a casa às 9 horas e começou a assistir uma série na televisão. Seis horas depois, no momento de buscar as três filhas mais velhas do colégio, Laura e Aaron se depararam com o corpo da caçula no banco de trás do carro.

A menina tinha 3 anos (Foto: The Sun)

10º Seminário Internacional Pais&Filhos

É amanhã! O 10º Seminário Internacional Pais&Filhos – Quem Ama Cria está chegando! São oito horas seguidas de live, em formato completamente online e grátis. E tem mais: para se inscrever para os sorteios e ganhar prêmios incríveis, clique aqui!

Rylee foi imediatamente levada para o Hospital da Universidade de Townsville, mas não resistiu. Durante o período em que ficou presa, os termômetros da cidade chegaram a marcar 33ºC. O casal chegou a ser preso ainda no hospital, mas foi liberado nesta segunda-feira, 30 de novembro, após o pagamento de uma fiança.

O advogado de Aaron alega que o descuido foi “um ato não intencional”. A dupla devem ser julgadas no tribunal no dia 24 de fevereiro. Até lá, as três irmãs de Rylee ficarão sob o cuidado do pai biológico.