Criança de 4 anos morre de meningite no interior de SP e prefeitura busca novos infectados

Outros dez casos já foram confirmados esse ano no município e outra criança de 4 anos está internada na UTI

Resumo da Notícia

  • Criança de 4 anos morre de meningite no interior de SP
  • Outros 10 casos já foram confirmados
  • A Prefeitura de São José dos Campos não considera ainda como surto viral
  • O SUS faz campanha de vacinação contra meningite

Após a morte da criança de quatro anos por meningite em São José dos Campos, interior de São Paulo. A Prefeitura da cidade e a Vigilância Epidemiológica iniciaram nesta sexta-feira, 25 de março, o processo de bloqueio com medicamento para pessoas que tiveram contato com a criança, como familiares e funcionários da creche onde ela estudava.

-Publicidade-

Só neste ano foram dez casos registrados da doença no município, sendo válida a contaminação por novas infecções. No entanto, esse foi o primeiro óbito registrado no ano pela doença.

Uma criança, que também tem quatro anos, está com o diagnóstico positivo para meningite e se encontra internada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI). De todos os casos registrados, dois são do tipo meningocócica, quatro viral e quatro bacteriana. No ano anterior, São José dos Campos contabilizou 37 casos de meningite e quatro mortes pela doença, todos eram idosos.

A vacina para meningite tipo A é disponibilizada pelo SUS
A vacina para meningite tipo A é disponibilizada pelo SUS ( Foto: iStock)

Segundo a Prefeitura da cidade, a contaminação por meningite não é considerada um surto e a Vigilância Epidemiológica está monitorando os casos. Meningite é uma doença que causa a inflamação das membranas que revestem o cérebro e a medula. A contaminação pode levar à morte e mais de 75% dos casos são diagnosticados em crianças com menos de 5 anos.

A doença é altamente contagiosa e é transmitida por meio de tosse, espirro, fala, tendo uma maior proliferação em ambientes fechados. Os sintomas são: vômitos, dor de cabeça agudas náuseas, confusão mental, febre alta e manchas na pele. O SUS faz campanha de vacinação contra meningite tipo A, mas as vacinas do tipo B são encontradas somente em laboratórios particulares.

Por fim, o Estado de São Paulo informou em nota que “a vacinação é fundamental para proteger a população contra diversas doenças. A atualização da caderneta e a adesão às campanhas auxiliam no aumento das coberturas vacinais e, consequentemente, aumentam a proteção”. Também foi dito que a vacina contra meningite teve pouco mais de 80% de cobertura em 2020 e 71% em 2021.