Menina sonâmbula de 3 anos morre congelada após sair de casa com temperatura de -15°C

Em Svetlana Kuleshova, na Rússia, uma Angelina de apenas 3 anos, não resistiu após entrar em local com temperatura baixa. Os pais da garota não perceberam que ela tinha saído

Resumo da Notícia

  • O caso aconteceu em Svetlana Kuleshova, na Rússia
  • Angelina de apenas 3 anos, não resistiu após entrar em local com temperatura de -15 ° C
  • Os pais da garota não perceberam que ela tinha saído
  • A polícia local está investigando o caso

Em Svetlana Kuleshova, na Rússia, uma Angelina de apenas 3 anos, não resistiu após entrar em local com temperatura de -15 ° C. A  criança é sonâmbula e deixou a área interna de sua casa, enquanto estava dormindo. Os pais da garota não perceberam que ela tinha saído.

-Publicidade-
(Foto: Reprodução / DailyMail)

A mãe, Svetlana, de 23 anos, encontrou o corpo da filha perto da porta da frente de casa após notar que a filha não estava na cama e saiu para encontra-la. De acordo com o DailyMail, a família tinha comemorado o aniversário da filha mais nova, que fez um ano, na noite anterior ao incidente.

Svetlana contou à polícia que tinha colocado a filha na cama antes da meia-noite. “Nós assistimos um pouco à TV e fomos para a cama também. Quando acordamos de manhã, não a encontramos na cama. Nós a encontramos encontramos no chão”, disse ela.

-Publicidade-

Segundo os pais, a filha tinha ‘crises’ de  sonambulismo e, muitas vezes, precisava de ajuda para voltar para a cama. Mas na noite da tragédia, que ocorreu na última semana, no dia 4 de dezembro, nenhum familiar ouviu a menina sair do quarto. A mãe acredita que menina para uma área de entrada da casa, que não é aquecida, e como estava ‘dormindo’ não conseguiu encontrar o caminho de volta. “Provavelmente, ela não encontrou uma maçaneta da porta no escuro e não pôde entrar a mãe”, lamenta a mãe.

Investigação sobre o caso

(Foto: Reprodução / DailyMail)

Após o ocorrido, a polícia abriu um processo criminal contra a mãe por negligência. A condenação esse crime é de até dois anos de prisão. O oficial local responsável  pelo caso, Mikhail Krokhin disse que a investigação aponta que a menina deixou a área interna da casa sozinha e após não conseguir voltar para a área aquecida da casa, ela sofreu uma hipotermia e morreu. Relatórios dizem que a temperatura no espaço onde a menina morreu de 5 ° F (-15 ° C).

Enquanto o caso é investigado, a filha mais nova de Svetlana ficará com assistentes sociais, em um orfanato. A guarda da bebê será determinada de acordo com o decorrer da investigação. Além disso, segundo a promotoria do caso, alguns psicólogos devem conversar com a mãe para confirmar a sinceridade do depoimento.