Criança tem cirurgia cancelada por falta de material em hospital público após 4 anos de espera

O garoto de 5 anos de idade e precisa retirar uma hérnia na virilha

(Foto: Reprodução / G1)

Um caso na região sul do Tocantis deixou todo mundo chocado. Uma criança de 5 anos teve que ter sua cirurgia cancelada por falta de material médico. De acordo com o G1, a mãe do paciente já esperava por quatro horas na fila do Hospital Materno Infantil de Gurupi, o menino foi internado, mas o procidemento não pode começar, já que o hospital não tinha agulha pediátrica.

A família já esperava por quatro anos pelo procedimento no SUS, o garoto precisa fazer uma cirurgia para retirar uma hérnia na virilha. Para poder realizar a cirurgia, o garoto teve que ficar por mais 15 horas em jejum e foi dispensado na hora de entrar na cirurgia.

“Quando foi 10h, ele ainda em jejum, fui entregar ele para o anestesista e ele me avisou que não poderia fazer a cirurgia por falta de agulha pediátrica. E essa falta já tem mais de um mês”, reclamou a mãe que estava irritada com toda a situação, em entrevista ao G1. “O que me falaram foi isso. Para eu esperar de novo. Já tem 4 anos que eu espero por essa cirurgia”.

De acordo com a reportagem, a Secretaria Estadual da Saúde disse que os hospitais do estado estão abastecidos com insumos e medicamentos de rotina padronizados e que os pacientes que tiveram algum problema com suas cirurgias canceladas por causa dessa falta já tiveram suas datas reagendadas.

Leia também: