Cuidados necessários com a unha do bebê para o bem-estar do seu filho

O médico do departamento Materno-Infantil do Hospital Albert Einstein, dr. Claudio Len, ofereceu algumas dicas para os pais nesse momento

Resumo da Notícia

  • O dr. Claudio Len falou sobre os cuidados que são necessários em relação à unha dos bebês
  • As unhas vão se desenvolvendo, assim como o recém-nascido, e é preciso ficar atento em alguns pontos para evitar problemas
  • Confira tudo o que ele disse a seguir

As unhas dos bebês são muito delicadas. Aliás, tudo em um bebê é delicado. A pele, o cabelo, os dedos, a boca… Com isto, os pais são muito cautelosos na higiene e costumam ter dúvidas sobre o corte, sobre o crescimento, seja nas unhas das mãos ou dos pés. Nos primeiros meses as unhas são “macias”, quebram facilmente e costumam ser afiadas,  o que leva a arranhões delicados na face, que somem em poucos dias.

-Publicidade-
Saiba como cortar a unha do bebê e outras informações sobre o assunto (Foto: Shutterstock)

Com o passar do tempo, as unhas vão ficando mais duras e vão tomando o formato que é característico e persiste até a vida adulta. De um modo geral os bebês nascem com unhas pequenas e frágeis, que vão ficando maiores e mais fortes ao longo dos primeiros anos de vida.

Este processo é natural e não são necessárias vitaminas ou outros produtos capazes de adiantar este amadurecimento. Basta aguardar e cuidar. A renovação do tecido ungueal é rápida, o que faz com que os problemas de unhas sejam rapidamente resolvidos.

Os mais comuns são as micoses, causadas por fungos, e as rachaduras, causadas por traumatismos locais comuns na infância. O pediatra é o profissional habilitado para dar todas as orientações sobre estes cuidados, portanto não hesite em tirar as dúvidas sobre os cuidados com a pele, as unhas, os pelos e cabelos.

Com que frequência é necessário cortar as unhas do meu bebê?

Bianca, mãe de Ricardo

A frequência de corte de unhas varia muito de um bebê para outro. Na média, deve ser realizado uma vez por semana, e com todos os cuidados para evitar machucados. Pessoalmente prefiro o uso de lixas, que são mais seguras e funcionam muito bem. Também recomendo que o corte das unhas não seja tão rente em relação à pele, para evitar encravá-las.

Sou mãe de primeira viagem e tenho muito receio com a questão das unhas da minha filha. Qual a higiene correta?

Helena, mãe de Liz

As unhas devem ser higienizadas da mesma forma que a pele, com água e sabão, na hora do banho. Não são necessários produtos especiais ou esmaltes. Recomendo que os pais sequem bem as unhas depois do banho, pois a umidade aumenta a chance de micoses.

Como evitar que a unha do bebê encrave?

Priscila, mãe de Cauã

Muitas unhas encravam apesar de todos os cuidados, isto faz parte do crescimento. No entanto, o uso de “mijões” aumenta a chance de encravar, pois os bebês chutam o tecido, as pontas dos dedos dos pés ficam feridas, e as unhas espetam a pele saudável. Portanto, crianças com unhas dos pés encravadas não devem usar este tipo de roupa.