Família

Dá para viajar em família sem stress, sim! 4 dicas para você não ter problema

Vem ver o que as principais companhias aéreas têm para deixar a sua viagem mais tranquila

Aline Oliveira

Aline Oliveira

Untitled-1

(Foto: iStock)

Viajar é uma delícia, mas o combo “aeroporto-avião” é capaz de causar estresse às famílias. Pensando nisso, muitas companhias aéreas passaram a oferecer serviços voltados às crianças. “Sabemos como é complicada a maratona de uma viagem para pais com filhos pequenos e nós queremos que eles se sintam em casa”, conta Renata Florenzano Lorenzini, gerente de marca e produto da Azul Linhas. Selecionamos serviços de empresas áreas do Brasil e do exterior para te ajudar na hora de decidir o próximo destino.

No check-in

Ufa! A hora de fazer o check-in dá até um alívio! Significa que a família não chegou atrasada ao aeroporto e que a viagem vai rolar! É no balcão de atendimento que muitas companhias áreas já se diferenciam ao mostrar o que oferecem às crianças. Na Azul Linhas Áreas, por exemplo, criança de colo – com até 2 anos incompletos ou 1 ano e 11 meses – não pagam em voos domésticos e no internacional pagam 10% da tarifa do adulto. Outra empresa que oferece redução de passagem aos bebês é a Swiss Air.

Ah! E os pais de crianças muitos ativas – que são capazes de se perder no aeroporto – contam com uma ajudinha das empresas. Muitas companhias, como a Latam, oferecem uma pulseira eletrônica às crianças no momento do check-in, mostrando a localização delas. Isso serve, também, às crianças que viajam desacompanhadas. Nesses casos, a Latam informa todo o trajeto aos pais, desde o check-in até o destino. Na Gol Linhas Áreas, o mesmo serviço chama-se Voe Junto, e os pais podem acessar os dados pelo aplicativo Gol ou por e-mail.

Exclusividade é a aposta da Emirantes, que oferece balcões separados para o check-in em família. Além disso, eles montam uma logística para garantir que essas famílias com crianças pequenas embarquem primeiro a fim de serem melhor acomodadas no avião. Outra dica: é nesse momento que é preciso checar os assentos de todos para saber se estarão juntos dentro do avião. O ideal é ver isso com antecedência, mas se não deu, não se desespere! Solicitar berço também deve ser feito com antecedência. Muitas empresas, como a TAP, oferecem isso a todas as classes, sem custo adicional.

À espera do voo

Cartões de embarque nas mãos! Agora é esperar. Em voos nacionais, o tempo de permanência dentro do aeroporto
nem é tão longo. Mas em voos internacionais, o tempo é de 2, 3 e até 4 horas. O que fazer com as crianças? “A gente tem um espaço Kids, no aeroporto de Viracopos, perto dos portões de embarque dos voos internacionais”, conta Renata Florenzano Lorenzini, gerente de marca e produto da Azul Linhas Aéreas. Esse lugar é um paraíso para os pais, porque há jogos, ambiente lúdico… tudo para distrair seu filho! Ah! e os pais podem ficar dentro desse espaço, também. Está viajando por outra companhia e não sabe o que fazer? Que tal tomar um suco, ler, contar histórias para seus filhos?

A bordo

Manter crianças calmas dentro de um avião não é tarefa fácil! Choros, enjoos, manhas… parece que tudo acontece. A regra de ouro é levar, a bordo,uma mochila com itens que seu filho precisaria com urgência. Remédios, lenços umedecidos, algum alimento especifico. Isso pode salvar na hora do perrengue! Para deixar esse momento mais bacana, há muitos serviços oferecidos pelas empresas.

Para distrair, a Emirates oferece jogos, fones de ouvido coloridos e um cardápio de filmes da Disney. A Gol também oferece, além da revistinha Gol, conteúdo específico para crianças, que pode ser acessado por streaming, de forma gratuita, assim que o aparelho do cliente (smartphone, tablet, notebook) estiver conectado à rede da aeronave. Segundo Paulo Miranda, diretor-executivo de Produtos e Experiência do Cliente da Gol, “entreter nossos pequenos viajantes é um item muito importante para nós, e buscar alternativas para deixá-los o mais à vontade possível, curtindo cada momento da viagem, também faz parte do nosso objetivo em proporcionar a melhor experiência de voar Gol”. A Azul também oferece canais exclusivos e, além disso, “nossos comissários estão sempre atentos às crianças. Há balinhas que são distribuídas a bordo, em qualquer momento”, conta Renata Florenzano.

Poltronas 

Conseguir dormir em voos longos é uma benção. Dá a impressão de encurtar o tempo de viagem e até colocar o sono em dia. Para dormir confortavelmente, a Air New Zeland oferece o Skycouc, uma fileira de três assentos da classe econômica que se transforma em uma superfície totalmente plana. O mais legal é que esse mimo é oferecido a todas as classes, portanto, não precisa pagar mais caro para ter esse conforto. A Azul também tem um serviço desses. É o SkySofa, um grupo de quatro poltronas da classe econômica que se transforma em cama. Perfeito para famílias com filhos pequenos, o SkySofa ocupa as poltronas do meio e conta com 86 centímetros de espaço na horizontal, sendo comercializado em até cinco fileiras por voo.

Hora do lanche 

É a hora mais legal! Ninguém há de discordar. As companhias oferecem cardápios especiais às crianças – que deve ser solicitado com antecedência, sobretudo se o seu filho tiver alguma restrição alimentar. Isso vale para todas as classes. São comidas sempre atraentes aos olhos de uma criança. No menu especial da Azul, por exemplo, tem massa à bolonhesa e picadinho. O cardápio das companhias sempre muda periodicamente, pois muitas empresas, como a Latam, têm a preocupação de renovar o menu. Isso acontece em todas. A Avianca Brasil também se preocupa com o cardápio infantil. “Ofertar um menu próprio para as crianças agrega mais valor aos nossos serviços, à medida que proporcionam novas vantagens aos nossos clientes que viajam com filhos”, afirma Tarcísio Gargioni, vice-presidente da Avianca Brasil. Então, se você quer saber o que terá em seu voo, entre em contato com a empresa antes. Há mães que preferem levar a comida dos filhos, e empresas, como a Emirates, dão à mãe a possibilidade de, ao levar a comida, poder esquentar na aeronave.

Dicas de viagem

  • Escolha voos noturnos para seu filho dormir
  • Em voos curtos, aproveite o horário da soneca
  • Vista as crianças com roupas confortáveis,
    fáceis de trocar
  • Leve um brinquedo preferido do seu filho
  • Tablets e celulares ajudam a distrair as crianças
  • Tenha lenços umedecidos sempre à mão
  • Carregue uma mochila com uma troca de
    roupa e outros itens que seu filho pode precisar
    com urgência
  • Relaxe! Nada sai como planejamos e tudo bem!

Leia também:

Como planejar uma viagem que seja legal para a família inteira

Hoje é dia de planejar a próxima viagem em família

Duas opções de hotéis para uma viagem de férias inesquecível com a família

Você gostou desse conteúdo?

Sim Não