Datena tem perda na família e faz desabafo durante programa: “Nem queria trabalhar hoje”

Datena, apresentador do programa Brasil Urgente, da TV Bandeirantes, contou em rede nacional sobre a recente perda em sua família

Resumo da Notícia

  • Datena falou em rede nacional sobre a recente perda que teve me sua família
  • O desabafo foi feito durante o programa jornalístico apresentado na TV Bandeirantes
  • Ele disse que não estava com vontade de trabalhar por conta do que aconteceu

Nesta segunda-feira, 25 de abril, durante a apresentação do programa jornalístico Brasil Urgente, o apresentador Datena fez um desabado em rede nacional. Em conversa com a Catia Fonseca, o jornalista explicou como estava se sentindo naquele momento em questão. Em seguida, disse que teve uma perda recente em sua família, sendo assim, estava sem vontade de ir trabalhar.

-Publicidade-
Datena conta que teve uma perda em sua família (
Datena conta que teve uma perda em sua família (Foto: Reprodução / TV Bandeirantes)

Datena contou que perdeu sua cachorra de estimação, animal que fazia parte de sua vida há mais de uma década. A notícia do falecimento foi contada no quadro Papo de Janela que o apresentador faz com a Catia, o qual ocorre instantes antes do programa Melhor da Tarde iniciar.

“Infelizmente, hoje, eu estou triste porque morreu minha cadelinha de 13 anos. Era uma Border Collie linda, chamava Dama. Você não sabe, mas eu nem queria trabalhar hoje. Queria ver se eu achava uma foto dela, mas deixa pra lá, aí a mais triste ainda. Eu fiquei mal mesmo”.

Relação entre pai e filha

O programa Faustão na Band, que foi ao ar no dia 9 março de 2022, foi marcado pelo quadro Arquivo Pessoal, dedicado ao jornalista, o Datena. Os depoimentos que os amigos e familiares fizeram ao apresentador, deixou ele completamente emotivo. Mas, em específico, a mensagem que a filha fez foi uma das mais marcantes e reveladoras.

A Letícia Wiermann, filha do Datena, declarou que passou cerca de nove anos sem falar com o pai. “Por motivos da vida e que também já passaram, eu fiquei nove anos aproximadamente sem ver o meu pai. A gente tinha se visto a última vez em Ribeirão Preto, a cidade onde eu nasci e cresci”

Ainda em declaração, a filha disse que permaneceu longe do pai durante a fase da adolescência. “E com 15 anos eu vim pra São Paulo para participar da final de um concurso de modelo e foi aí que meu pai entrou em contato e eu tive a oportunidade de me reencontrar com ele”, contou a filha. Leia a matéria completa aqui.