Delegada afirma que motorista de carro alegórico que imprensou menina mentiu em depoimento

Para a delegada Maria Aparecida Mallet, o motorista do carro alegórico que imprensou a menina Raquel Antunes da Silva, mudou o depoimento

Resumo da Notícia

  • Delegada que está cuidando do caso de Raquel diz que motorista muda o depoimento
  • O motorista do carro alegórico afirma que não viu nenhuma criança no carro na hora do acidente
  • Câmeras de segurança confirmam que havia várias crianças brincando em cima do carro

Segundo a delegada Maria Aparecida Mallet, que está cuidando do caso da morte de Raquel Antunes da Silva, o motorista que dirigia o carro alegórico que causou o acidente da menina, mudou seu depoimento para a polícia. Imagens de segurança ajudam na comprovação da mudança do depoimento.

-Publicidade-

Através de câmeras de segurança é possível ver que no momento do ocorrido, havia várias crianças brincando em cima do carro da escola, não apenas a menina Raquel. Porém, o motorista, que não teve sua identidade revelada, afirmou que não viu nenhuma criança no carro. Então ele apenas seguiu em frente.

Motorista do carro alegórico mentiu em depoimento, segundo delegada
Motorista do carro alegórico mentiu em depoimento, segundo delegada (Foto: Reprodução/ TV Globo)

A investigação do caso está seguindo como homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Para Mallet, ainda é muito cedo para encontrar culpados, restando ainda escutar a versão dos familiares, além do depoimento da empresa que guiava o caminho que puxava o carro alegórico, a Carvalhão.

Morre menina que foi prensada por carro alegórico e teve a perna amputada

Morreu no início da tarde desta sexta-feira, dia 22 de abril, a menina que foi prensada pelo carro alegórico abre-alas da escola de samba Em Cima da Hora e um poste, segundo informações do G1. Raquel Antunes da Silva, de 11 anos chegou a ter a perna direita amputada durante uma cirurgia.

Ela estava internada em estado gravíssimo no Hospital Souza Aguiar, e segundo funcionárias da unidade, ela teve uma hemorragia interna. Uma funcionária também disse que a tia de Raquel ligou para a mãe dela para informar sobre a morte.

Morre menina que foi prensada em carro alegórico
Morre menina que foi prensada em carro alegórico (Foto: Reprodução/ Globo)

Durante a cirurgia, que durou mais de 6 horas, a criança sofreu uma parada cardiorrespiratória e também teve traumatismo no tórax, além de respirar por aparelhos.

Após o caso, Justiça determinou que as escolas de samba devem escoltar os carros alegóricos até os barracões. Essa decisão partiu do juiz Sandro Pitthan Espíndola, da 1ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso, que acolheu o pedido do Ministério Público estadual.