Dermatite de contato: o que é, quais são os sintomas e como tratar

Também conhecida como eczema, a dermatite de contato é uma inflamação na pele que surge a partir do momento que entramos em contato com uma substância que causa irritação ou alergia. Veja quais são os sintomas, o que causa e como tratar

Resumo da Notícia

  • A dermatite de contato é uma reação alérgica também conhecida como eczema
  • Essa inflamação na pele surge a partir do momento que entramos em contato com uma substância que causa irritação ou alergia
  • Existem diversas substâncias que podem causa a dermatite de contato. A melhor maneira de tratar e evitar o problema é identificar o causador do problema e mantê-lo longe
  • Entenda mais sobre o problema, veja as principais causas, tratamentos e como evitar

Também conhecida como eczema, a dermatite de contato é uma inflamação na pele que surge a partir do momento que entramos em contato com uma substância que causa irritação ou alergia. Ela pode aparecer em pessoas de todas as idades e costuma ser um problema comum.

-Publicidade-

Esse tipo de dermatite pode se expressar a partir de quatro maneiras diferentes: desde o primeiro contato com uma determinada substância; somente após o contato repetitivo com a mesma substância, com surgimento de lesão de 24 horas a 48 horas após exposição, ou até mesmo muito tempo depois; através da interação de uma determinada substância com radiação ultravioleta; e podendo ter também a participação de linfócitos. Respectivamente, os nomes são:

  • Dermatite de contato por irritação primária
  • Dermatite de contato alérgica
  • Dermatite de contato fototóxica
  • Dermatite de contato fotoalérgica

Quais são os sintomas?

Eles mudam com o passar do tempo. Inicialmente, a dermatite de contato pode apresentar lesões vermelhas ou bolhas acompanhadas de ardência e queimação – conhecida como fase aguda. Depois, ela evolui para a fase subaguda, em que vira uma crosta com saída de secreção. A fase crônica acontece quando as áreas com as lesões se tornam mais espessas, descamam e evidenciam as pregas cutâneas. Em todas as fases a coceira está presente e pode ser intensa. Veja outras doenças que têm como sintoma manchas vermelhas na pele.

Entenda mais sobre dermatite de contato e como cuidar do problema

O que causa a dermatite de contato?

São inúmeros fatores que causam a alergia. Algumas delas são substâncias presentes em:

  • Detergentes;
  • Sabões;
  • Lavagem frequente das mãos;
  • Álcool 70;
  • Urina;
  • Ervas;
  • Aromatizantes e corantes de alimentos;
  • Castanha de cajú;
  • Tinturas de cabelo (PPD);
  • Pigmento de tatuagens;
  • Desodorantes;
  • Cosméticos, maquiagens e perfumes (bálsamo de perú);
  • Esmaltes (tolueno ou formaldeído);
  • Jóias e bijuterias (ouro e níquel);
  • Tecidos e metais;
  • Luvas de borracha e preservativos (látex);
  • Calçados (borracha, couro, cola)
  • Plantas;
  • Cimento (cromo e cobalto);
  • Medicamentos tópicos e sistêmicos, entre outros.

Como identificar qual é a causa da dermatite de contato?

É preciso uma investigação clínica detalhada, além de realizar testes de contato para poder identificar quais são os agentes que causam a inflamação, mas isso varia de acordo com o tipo. Na dermatite de contato alérgica, o resultado do teste de contato ajudará na investigação do agente causador. Já na dermatite de contato por irritação primária, a definição da substância suspeita irá se basear na anamnese e localização das lesões. 

Qual é a dermatite mais comum?

A dermatite de contato por irritação primária é a mais comum, representando cerca de 80% dos casos. Dentre os itens citados na lista acima, os principais elementos que causam essas irritações são substâncias ácidas ou alcalinas como sabonetes, detergentes, álcool 70 e solventes. 

Em que momento ela é considerada grave?

A partir do momento em que a lesão atinge camadas mais profundas da pele, chamada então de angiodema. Ele é um edema assimétrico, levemente doloroso, que pode atingir face, lábios, língua, intestino, dorso das mãos ou dos pés e genitais. Se evoluir para áreas superiores, causa desconforto respiratório, obstrução ou até mesmo morte. 

Tratamento

O tratamento principal é identificar o que está causando a reação alérgica e retirar/substituir esse produto, substância ou medicamento por outros. Além disso, é importante recuperar a pele que está lesionada através do uso de cremes hidratantes e pomadas. Para saber qual é o melhor, consulte um especialista. 

Pode fazer tratamento caseiro?

Tratamentos caseiros não são indicados para cuidar de casos de dermatite de contato porque isso pode irritar ainda mais as lesões e, dependendo do produto usado, isso pode piorar o quadro de alergia e agravar as lesões.

O que fazer para aliviar a dermatite?

Algumas das medidas que podem ser tomadas para ajudar a aliviar a dermatite de contato é lavar o local acometido com água corrente logo que entrar contato com a substância que causa a alergia e usar compressas frias e úmidas.

Existe uma prevenção?

A prevenção é feita identificando qual foi a substância que causou a dermatite de contato e começar a evitá-lo. Lavar as mãos e usar produtos hipoalergênicos ajudam a prevenir a reação alérgica, além de usar luvas de proteção para realizar tarefas domésticas e minimizar as possíveis lesões.

Consultoria: Dra. Isabela Ganga Buzoli, dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.