Deu ruim? Twitter fica fora do ar depois de polêmicas e processo bilionário

A rede social Twitter apresentou instabilidade na manhã desta quinta-feira, dia 14 de julho. Usuários relataram que não conseguem entrar na plataforma nem pelo aplicativo e nem pelo site

Resumo da Notícia

  • A rede social Twitter apresentou instabilidades na manhã desta quinta-feira
  • Os usuários não conseguiram acessar a rede social
  • Tanto o aplicativo quanto o site da plataforma não carregavam para alguns usuários

Na manhã desta quinta-feira, dia 14 de julho, usuários da rede social Twitter relataram diversos problemas para acessar a plataforma tanto pelo site quanto pelo aplicativo para dispositivos móveis.

-Publicidade-
O Twitter apresentou instabilidades na plataforma e usuários reclamam
O Twitter apresentou instabilidades na plataforma e usuários reclamam (Foto: Reprodução/ Poder360)

O site chamado Downdetector tem como função reunir relatos de usuários que informam instabilidade de diversas plataformas e registrou nesta manhã mais de 3 mil reclamações feitas. A assessoria de imprensa da rede social ainda não se manifestou sobre a instabilidade encontrada.

Diversos usuários do Twitter se depararam com a frase: “Não é possível carregar os tweets agora” quando tentaram entrar no aplicativo ou site. Além disso, para outras pessoas, a rede social se deslogou das contas e pediu que os usuários refizessem o cadastro.

O site Downdectetor registrou milhares de reclamações sobre a instabilidade da rede
O site Downdectetor registrou milhares de reclamações sobre a instabilidade da rede (Foto: Reprodução/ Downdetector)

Segundo o Downdetector, o pico das reclamações ocorreu às 9 horas e 17 minutos desta manhã, chegando a 4.407 notificações de instabilidade na rede social, o que significa que esse foi o número de pessoas que receberam a mensagem: “Ocorreu um erro. Tente recarregar a página”.

Processo contra Elon Musk

O Twitter processou o bilionário Elon Musk na terça-feira, 12 de julho, por violação do acordo de US$ 44 bilhões para a compra da rede social. “Tendo montado um espetáculo público para colocar o Twitter em cena, e assinado um acordo de fusão favorável ao vendedor, Musk aparentemente acredita que ele – ao contrário das outras partes sujeitas à lei contratual de Delaware – é livre para mudar de ideia, zombar da empresa, prejudicar suas operações, destruir valor aos acionistas e ir embora”, diz um documento judicial.

Logo depois que o Twitter anunciar o processo, Musk publicou na sua página na rede social “oh, a ironia”.