Dez pessoas são baleadas dentro de estação de metrô em Nova York, Estados Unidos

Foi registrado tiroteios dentro da estação de metrô Rua 36, localizada em Nova York, Estados Unidos. Até o momento, cinco pessoas estão em estado crítico de emergência

Resumo da Notícia

  • Durante a manhã desta terça-feira, 12 de abril, dez pessoas foram baleadas dentro de um metrô em Nova York
  • A polícia encara o acontecimento como um atentado terrorista. O suspeito pelo crime encontra-se foragido
  • Ao todo, 16 pessoas foram feridas. Sendo 10 dez delas, atacadas pelos tiros

Durante a manhã desta terça-feira, 12 de abril, cerca de dez pessoas foram baleadas em uma estação de metrô em Nova York, Estado Unidos. A polícia norte-americana está em processo de investigação para encontrar o suspeito de ter atirado contra os civis na estação Rua 36, no bairro Sunset Park, localizada pela região do Brooklyn.

-Publicidade-

Segundo o g1, a polícia de Nova York informou que 16 pessoas ficaram feridas no total, entre elas, dez por tiro. O restante teve ferimento em decorreência da inalação de gás e lesões. Ainda de acordo com os agentes policiais, cinco pessoas estão em estado crítico. O suspeito pelo crime segue desaparecido pela cidade. A polícia encara o caso como atentado terrorista.

No momento do ataque, um homem foi visto usando uma máscara de gás e um colete verde de construção, fazendo que com ele seja o suspeito em potencial. Segundo a corporação de segurança, ele retirou um cilindro de dentro da mochila e jogou o gás para dentro do vagão onde estava. Em seguida, abriu fogo contra os passageiros que haviam embarcado no metrô.

A polícia encara o tiroteio no metrô em Nova York como ataque terrorista (Foto: Reprodução/New York Post)

O vagão parou na estação Rua 36, no qual passa por três linhas do metrô, sendo elas: D, N e R. Nas localizações ditas, foram postos os feridos do ataque terrorista, os quais aguardaram o atendimento médico de urgência.

Ainda de acordo com o portal g1, dezenas de agentes armados, carros da polícia e do Corpo de Bombeiros seguiram para o local. Além de cercarem o quarteirões ao redor da estação. No momento, as ruas em paralelo do metrô permanecem interditadas para o trânsito e passagem de pedestres.

Segundo relatos, há bombas dentro da estação. No entanto, o Departamento de Polícia de Nova York disse que fez uma varredura e não encontrou explosivos ativos no local. Sendo assim, a polícia descarta a possibilidade de explosões dentro do metrô.

Em depoimento à Associated Press, um morador da região disse que visualizou muita fumaça na estação. “A porta do meu vagão abriu no meio da calamidade. Era muita fumaça e sangue, e pessoas gritando”, contou.