Di María agradece apoio de fãs após viver incidente com a família

Criminosos fizeram a família do jogador do Paris Saint-Germain refém por algumas horas no último domingo

Resumo da Notícia

  • O atacante Ángel Di María se manifestou nas redes sociais após o assalto em sua residência;
  • Os criminosos fizeram a família do PSG refém por algumas horas no último domingo;
  • O jogador publicou uma foto da família e agradeceu o apoio dos fãs e da equipe do Paris Saint-Germain.

O atacante Ángel Di María se manifestou nas redes sociais após o assalto em sua residência que fez sua família refém por algumas horas no último domingo. O jogador publicou uma foto da família e agradeceu o apoio dos fãs e da equipe do Paris Saint-Germain.

-Publicidade-
Di María se posiciona após assalto da família (Foto: Reprodução / Instagram)

Di María postou uma foto ao lado da esposa, Jorgelina, e das filhas, Mía e Pía, que estavam em casa e foram feitas de refém durante a ação dos bandidos e escreveu na legenda: “Muito obrigado pelo apoio contínuo. Minha família e eu somos muito felizes aqui e nada vai apagar nosso sorriso. VAMOS PARIS ❤️”.

Segundo a imprensa francesa, o clube pagará seguranças para ficarem de plantão nas residências dos atletas e suas famílias nos próximos meses.

O assalto na casa de Di María

No domingo, 14 de março, o argentino Di María teve que se retirar da partida entre Paris Saint-Germain e Nantes pelo Campeonato Francês. O jogador foi informado pelo diretor do clube, Leonardo, que a família dele havia sido sequestrada.

Di María foi substituído aos 16 minutos do segundo tempo, saiu de campo chorando e partiu diretamente ao vestiário. Em seguida, o treinador do time, Maurício Pochettino, acompanhou o jogador até o vestiário e o técnico, cabisbaixo, voltou ao banco dois minutos depois do episódio.

(Foto: Reprodução / Instagram / @angeldimariajm)

Em campo, o PSG perdeu para o Nantes por 2 a 1. “Estamos desapontados pela perda dos três pontos, mas o grupo estava preocupado com coisas com as quais provavelmente vocês já estão cientes”, disse Pochettino em entrevista coletiva, segundo o GZH.

“Não é uma desculpa, mas houve uma queda incomum de energia. Sim, falamos com os jogadores, mas não sobre o que aconteceu no futebol”, acrescentou o técnico.