Dia da Família: a relação de amor, cuidado e criação vai além do sangue

Nossa maior rede de apoio tem um cantinho guardado em nossos corações! Esse novo momento trouxe para dentro de cada um de nós um jeito novo de criar vínculos, que vão ficar para a vida inteira

Resumo da Notícia

  • Em 8 de dezembro é comemorado o Dia da Família
  • Os vínculos que criamos, principalmente durante a pandemia, vão ficar para a vida inteira
  • O amor, carinho, cuidado e criação nos tornaram ainda mais fortes

Nesta terça-feira, 8 de dezembro, é comemorado o Dia da Família, data superimportante (e especial!) para lembrar que nossa maior rede de apoio tem um cantinho guardado em nossos corações. Em 2020, a criação e cuidado com a família foram além. Vivenciamos uma mudança de comportamento jamais vista nos últimos tempos. Nunca passamos tanto tempo tão longe dos pais, mães, irmãos, avós, tios, tias e sobrinhos. Mas, ao mesmo tempo, nunca nos sentimos tão conectados com todos. Esse novo momento trouxe para dentro de cada um de nós um jeito novo de criar vínculos. Apesar de toda essa saudade, provamos que juntos tudo é possível.

-Publicidade-
2020 veio para fortalecer ainda mais os vínculos da família (Foto: iStock)

Todo pai ou mãe sonha em criar filhos felizes e a gente já adianta: não existe jeito certo ou errado, mas sim o seu jeito. Neste ano, aprendemos muito mais sobre nós mesmos e também sobre nossos filhos. Vimos que o carinho e o amor fazem toda diferença, e que cada momento juntos nos tornaram ainda mais fortes (e que bom!).

Podemos dizer que ter filhos, hoje em dia, é uma escolha. Isso porque temos recursos para evitá-los, as técnicas de reprodução assistida ajudam quem tem dificuldades fisiológicas e sempre existe a (linda) opção de adotar uma criança. Claro que ter filho não é – ou pelo menos não deveria ser – uma obrigação. Muitas vezes, não rola mesmo. Faltam condições financeiras, físicas ou emocionais. Ou a pessoa simplesmente escolhe não ter filhos. E não há nenhum problema nisso, desde que você se sinta bem com essa decisão. E não importa como essa cria chegou na família, também podemos dizer outra coisa: criar filhos é, sem dúvida, a tarefa mais difícil da vida.

-Publicidade-

Prova de amor

2020 começou e (quase) terminou cheio de aprendizados. E apesar dos 365 dias estarem chegando ao fim, os vínculos que criamos vão ficar para a vida inteira. Com tantos novos desafios, é preciso ser presente e estar presente para você e para o outro, e esse é um exercício de escuta, muito mais do que de fala.

Cada momento é uma forma de aprendizado para transmitir e interpretar o mundo ao lado de quem mais amamos (Foto: iStock)

Isso não é fácil e parte de um esforço individual de cada um para alcançar um resultado positivo para todos. “Podemos passar por este momento atribuindo maior sentido às nossas dinâmicas familiares o que pode nos proporcionar maior amparo emocional , qualidade relacional, sentimento de pertencimento e isso frente ao que estamos vivendo é um bom antídoto para dar conta de tantos desafios”, explica Tatiane de Sá Manduca, psicóloga clínica e autora do livro “Valida-te”, mãe de Mateus.

Cada família é única e não existe fórmula mágica para a composição perfeita. É nela que aprendemos como podemos sentir,  interpretar o mundo do nosso jeito e como vamos passar isso para quem mais amamos. “Podemos transmitir afeto pelo olhar, pelo interesse, podemos abraçar com as palavras, com o reconhecimento e transmitir nosso carinho e amor demonstrando nosso cuidado e zelo”, conclui.

-Publicidade-