Dia Internacional da Educação: a quarentena chegou para provar o valor do professor na vida do seu filho

A data tem objetivo de conscientizar sobre a importância da educação para o presente e futuro das crianças. A suspensão das aulas fez com que professores e alunos se adaptassem aos formatos de ensino e os pais valorizassem o papel dos educadores mais do que nunca

Sem cobrança, ninguém espera que você vire professor da noite para o dia (Foto: Shutterstock)

Do dia para a noite, a rotina da família inteira virou de ponta cabeça com a chegada da quarentena em meio à pandemia pelo novo coronavírus. A suspensão das aulas Brasil afora fez com que as casas virassem novas escolas, professores e alunos se adaptassem aos formatos de ensino à distância, e os pais valorizassem o papel dos educadores mais do que nunca.

-Publicidade-

Hoje, 28 de abril, marca o Dia Internacional da Educação. A data foi definida em 2000, durante o Fórum Mundial de Educação, na cidade de Dakar, no Senegal, que reuniu 164 países, incluindo o Brasil, e assinou um compromisso das nações em relação à educação básica, definindo metas e prazos. Acima de tudo, a data existe para incentivar e conscientizar o mundo sobre a importância desse pilar não apenas para o presente mas futuro da sociedade.

Com a data da volta às aulas ainda em aberto na maioria dos estados no Brasil, pais e educadores debatem os rumos da educação com o fim da quarentena. Mas engana-se quem pensa que a educação se limita à escola: trata-se de um exercício contínuo e diário muito mais amplo. Nas últimas semanas, pais e mães tentam equilibrar o trabalho, seja em casa ou fora de casa, com a educação dos filhos pequenos. A quarentena chegou para mostrar o papel fundamental do professor na vida, presente e futuro das crianças. 

-Publicidade-

Diferentemente do que se pensava antes, as tarefas do professor não se restringem apenas a ensinar e passar conhecimento adiante. Esse profissional é, principalmente, o responsável por propiciar a autonomia dos estudantes diante dos desafios da vida. Para isso, incentiva a criança a trilhar, com os próprios pés, o caminho até o conhecimento. O professor intervém, estimula e gera oportunidades, representando uma ponte entre a criança, as descobertas e os saberes.

De mãos dadas

Mas a família também tem um papel essencial na educação das crianças, ensinando os valores sociais, éticos e morais. Roberta e Taís Bento, mãe e filha, nossas colunistas e embaixadoras, especialistas em educação e fundadoras do SOS Educação, entendem que a escola deve ser vista como uma verdadeira rede de apoio, mas também é preciso que os adultos percebam o seu papel nessa relação. Assim, podem pensar estratégias juntos para melhorar o ensino de forma geral. “A escola é o espaço mais seguro longe dos pais para que isso seja feito”, pontua Roberta.   

Como sempre reforçamos na Pais&Filhos, acreditamos que apenas juntos é possível formar famílias mais felizes. As especialistas enfatizam que com essa parceria, as crianças conseguem desenvolver as três competências essenciais para enfrentar o mundo: senso de responsabilidade, autoestima e capacidade de lidar com a frustração. Muito mais do que as letras, números e outros conteúdos, são esses os grandes aprendizados que a escola vai trazer para o seu filho, mas ele precisa da sua participação para funcionar. 

Quarentena e as aulas dos filhos

Mais do que nunca, esse período em isolamento social, devido a pandemia do coronavírus tem mostrado a necessidade da participação dos pais na educação dos filhos. Não está sendo fácil, a gente sabe, mas manter essa rotina de estudos é fundamental para que as crianças entendam algo muito importante: quarentena não é férias! Mas calma, as educadoras reforçam que ninguém espera que os pais se tornem professores da noite para o dia, a intenção é auxiliar para não perder o ritmo. 

O objetivo é manter a curiosidade ativa nas crianças (Foto: Thinkstock)

“É fundamental que crianças tenham entre uma e duas horas por dia de atividades relacionadas à aprendizagem de segunda à sexta feira no mesmo período em que frequentam a escola regularmente”, afirma Roberta. Como não será possível suprir a escola totalmente, o mais importante é variar as atividades e equilibrar brincadeiras com momentos de descanso. Evite se cobrar, assim como as crianças, você também está passando por uma nova fase e precisa de tempo para se adaptar: “Estamos todos vivendo uma situação de crise totalmente inusitada. Não temos como controlar tudo. Vamos todos fazer o melhor que podemos, mas livres para assumir que a produtividade não tem como ser a mesma”. 

Mão na massa!

Uma dica das especialistas é incluir o seu filho na construção dessa rotina, para perceberem que também estão sendo ouvidos. Se ambos os pais estão em casa, uma sugestão é intercalar etapas em que cada um trabalha em um ambiente exclusivo e depois no espaço junto das crianças. Se o filho já é mais velho, é possível combinar horários de intervalo para fazerem atividades juntos. É a chance de ser criativo e usar tudo o que tem em casa a seu favor. Brincar com formas, cores, animais e objetos.

“Não é preciso programar o ensino de novos conteúdos. Eles vão surgir durante conversas sobre filmes, desenhos, leituras que os pais fizerem junto com os filhos. Aí sim, a partir da demanda, tudo bem explicar ou apresentar aquele conteúdo, mas como pai e mãe. Sem preocupação em ‘ensinar’, mas sim em responder a dúvida e manter acesa a chama da curiosidade”, completa. Quanto aos conteúdos, a escola cuidará disso quando voltar: “Aos pais, fica a missão de manter os filhos ativos e prontos para retomar a rotina quando o momento chegar”. 

Para te ajudar, Taís e Roberta disponibilizaram um cronograma com objetivo de organizar a rotina sem deixar de lado a educação das crianças. Com a maior flexibilidade de tempo, a ferramenta tem inspiração de atividades educacionais e divertidas para fazer com a família toda: hora da leitura, momento de jogos, horário para usar tecnologias e até mesmo de ir para cama são algumas sugestões do cronograma, pensado para trazer harmonia do seu dia a dia. Você pode acessar o cronograma completo aqui

-Publicidade-