Dificuldade em lidar com os sogros? Veja 5 dicas para melhorar sua relação

A junção de duas famílias algumas vezes vem acompanhada de conflitos, para ajudar você nesse momento de adaptação separamos algumas dicas para te ajudar a manter a paz dentro de casa!

Resumo da Notícia

  • A junção de duas famílias algumas vezes vem acompanhada de conflitos
  • Essas discussões podem até chegar a dificultar a sua relação com o seu parceiro
  • Mas existem maneiras de esfriá-los, até mesmo os problemas mais urgentes, por isso separamos dicas fundamentais para lidar com as brigas, confira abaixo!

A junção de duas famílias algumas vezes vem acompanhada de conflitos e não é difícil encontrar depoimentos sobre esse tipo de intriga nas redes sociais, e elas podem até chegar a dificultar a sua relação do casal.

-Publicidade-

Como exemplos, trouxemos alguns relatos feitos anonimamente para a revista Parents. Veja abaixo:

Minha sogra vem uma vez por semana para passar um tempo com meu filho e usa esse dia para me dizer o que estou fazendo de errado, se estou o alimentando demais; se ele ainda não está pronto para andar; se está muito frio lá fora; ou se está muito quente lá fora; se os pés dele estão frios, e por aí vai. Aparentemente, eu sou uma boba e ela é a especialista no assunto. Meu marido e eu brigamos constantemente sobre ela”.

-Publicidade-
A junção de duas famílias pode ser mais complicada do que parece (Foto: Getty Images)

Na maioria das vezes, visitamos meus sogros na casa deles ou em um restaurante, onde sempre pagamos a conta (mesmo eu sendo dona de casa e tenhamos um orçamento limitado, eles nunca nem ameaçam se oferecer para ajudar a pagar). Uma vez, minha sogra deu um ‘presente’ para minha filha e disse: ‘Não tenho certeza do que é isso, mas aqui está uma lembrancinha’. Só consegui pensar o quanto ela realmente se esforçou e pensou para escolher o presente.”

Se identificou com algum desses relatos? Pode ser que você nunca se sinta tão confortável com a família do seu parceiro como você se sente com a sua, mas resolver esses conflitos é crucial para o bem estar de todos! Claro, é impossível evitar todos os confrontos. Mas existem maneiras de esfriá-los, até mesmo os problemas mais urgentes – assim, não fica aquele clima chato, né? Afinal, ninguém merece climão em família! Confira as dicas abaixo!

Seus sogros estão muito envolvidos

Os avós que moram perto podem esperar ser incluídos em todas os passeios em família, os que moram longe podem monopolizar o tempo de férias: “Meus sogros só vão para nossa casa uma vez por ano, então esperam que passemos todas as férias com eles”, disse uma mãe do Tennessee. “Meu marido não se importa em usar todo o nosso tempo de viagem para ver seus pais, mas fico louca porque nunca tivemos a chance de conseguir visitar algum lugar mais distante como uma família”, relatou outra mãe.

Ela é mais envolvida do que você gostaria? (Foto: Getty Images)

Antes que você simplesmente corte o tempo dos avós com seus filhos, você precisa conversar com seu parceiro e chegar num consenso. E mesmo que as crianças fiquem felizes quando têm um relacionamento próximo com os avós, é igualmente importante para você ter algum tempo, livre de culpa, para fortalecer seu próprio laço familiar, como disse Susan Newman, autora de ‘250 maneiras de dizer isso – e ser sincero – e parar de agradar as pessoas para sempre’. Portanto, deixe seu parceiro saber que o que você deseja é ter mais tempo juntos, não punir os pais dele, assim, a chance dele ver as coisas do seu jeito é maior.

Dessa forma, esteja preparada para fazer concessões, se seu marido vir você fazendo sacrifícios, é mais provável que ele faça os que você pediu. Já com sogros que moram por perto, o truque é evitar um confronto feio, mas ainda assim conseguir o que precisa. Se você não quer que seus sogros acompanhem vocês em todas as saídas especiais, não os conte sobre as saídas exclusivas com a família logo de cara.

Eles acham que você é exagerada por se preocupar com a segurança

O truque é ser firme sem parecer que você está acusando seus sogros de colocar deliberadamente o neto deles em perigo. De forma tranquila, diga a eles que você se sente desconfortável quando eles fazem as coisas do jeito deles, sem se importar com o que você pensa. Você pode até dizer: “Sei que as coisas eram diferentes quando vocês criavam seus filhos, mas nosso médico insiste em [complete com qualquer medida de segurança que eles estejam desrespeitando] e precisamos ter certeza absoluta de que todos estão seguindo as instruções dele”. Eles ainda podem achar que é um exagero, mas é mais provável que entendam que você está simplesmente seguindo as ordens do médico e não criticando sua capacidade deles de cuidar de uma criança.

Segurança é fundamental (Foto: Getty Images)

Eles interferem na criação

“É difícil para os avós não aconselharem sobre a criação dos netos porque eles se preocupam muito com eles”, ressalta Susie Kohl, autora de ‘As melhores coisas que os pais fazem e sua sogra também’. Mas alguns conselhos não são bem-vindos e podem estar errados. Se seus sogros te disserem para bater no seu filho quando ele estiver tendo um ataque de raiva, apenas declare sua posição com clareza: “Achamos que castigos funcionam muito bem com ele”. Ou então deixa pra lá, você não precisa converter seus sogros à sua posição. Desencana!

Se eles ultrapassarem dos limites os diga como você está se sentindo (Foto: Getty Images)

Mas se eles ultrapassarem do limite, diga o quão brava e chateada você está, mas suavize a mensagem dizendo: “Sei que você está tentando ajudar, mas este é um assunto delicado e gostaríamos de lidar com isso nós mesmos”. Seus sogros precisam saber que você é a mãe ou o pai: eles tiveram a chance de criar os filhos deles e agora não têm escolha a não ser seguir o seu exemplo, concordem ou não.

Eles esperam muito do seu parceiro

Nesse caso, segundo Kohl, uma solução é contar para eles como é a vida de vocês, para que percebam se o tipo de favor que eles estão pedindo é comum de ser feito nas circunstâncias que vocês vivem. Assim que eles entenderem, provavelmente vão parar de perguntar.

Deixem claro o limite (Foto: Getty Images)

Mas ainda é possível que não parem: “Pedir demais a um filho casado com uma família pode ser uma maneira dos pais manterem o filho em suas vidas e controlá-lo”, segundo Newman. E um filho que atende a pedidos irracionais pode precisar de ajuda para superar a culpa de dizer não. Se os pedidos dos sogros continuarem chegando, tente chegar a um acordo com o qual seu parceiro possa viver, seja ela qual for.

Eles não ajudam tanto quanto você gostaria

Essa situação pode ser complicada porque os avós certamente têm o direito de definir seus próprios limites, assim como você, garante Kohl. Estar com crianças pequenas é desgastante, e se seus sogros não se sentem à altura dos desafios, ou se eles já estão repletos de trabalho e outros projetos, você tem que aceitar a escolha deles. Por outro lado, eles podem não se voluntariar para ajudar porque não percebem o quanto você precisa de ajuda. Sendo assim, explique claramente suas necessidades.

Eles não ajudam o quanto que você gostaria? (Foto: Getty Images)

Caso você não saiba se seus sogros estão tentando estabelecer limites ou simplesmente não percebem quanta ajuda você gostaria de receber, pergunte para eles se eles estão interessados ​​em ter algum tempo individual com os netos ou se eles estariam disponíveis para serem babás de última hora caso você precise. Quem sabe assim não fuciona!

Você não necessariamente resolverá todos os confrontos, mas resolver alguns deles já oferece uma grande recompensa para os seus filhos. Eles são os que mais se beneficiam quando todas as pessoas que os amam se dão bem!

-Publicidade-