Do berço para cama: o que você precisa saber para uma transição segura e tranquila

As mudanças nunca são fáceis, mas quando feitas no momento certo, elas se tornam menos tensas. Aqui estão algumas dicas de especialistas para que você mude o local do sono do seu filho sem grandes dores de cabeça

Resumo da Notícia

  • As mudanças nunca são fáceis, mas quando feitas no momento certo, elas se tornam menos tensas
  • Veja algumas dicas para fazer a transição do seu filho do berço para a cama

Quer seu filho goste do berço ou esteja se coçando para sair dele, ele acabará passando por algumas dificuldades na hora de começar a dormir na cama. Afinal, quando é o momento correto para fazer essa transição? Como fazê-la de forma segura? Aqui estão algumas sugestões de especialistas, confira:

-Publicidade-
Do berço para cama: o que você precisa saber para uma transição segura e tranquila (Foto: Getty Images)

Quando mudar para uma cama infantil

Ao contrário de alguns marcos de desenvolvimento da primeira infância – como o treinamento do penico ou o início de sólidos – a mudança do berço para a cama nem sempre é natural. Como regra geral, porém, os pais devem fazer a mudança antes que o filho possa escalar sozinho as grades do berço e possivelmente se machucar, diz Mark Widome, M.D., professor de pediatria do Penn State Children’s Hospital em Hershey, Pensilvânia.

A maioria das crianças pequenas conseguem pular sobre a grade do berço quando têm cerca de 85 centímetros de altura e têm entre 18 e 24 meses de idade. Claro, alguns bebês são particularmente ágeis e tentarão escalar mais cedo (nesse ponto eles devem ser movidos para uma cama), enquanto tipos menos aventureiros não tentarão escalar.

-Publicidade-

Se seu filho se sente confortável em seu berço e não é um escalador, não há problema em deixá-lo dormir lá depois dos 2 anos – contanto que você se preocupe com a segurança dele, diz Jack Walsh, diretor executivo da Fundação Danny, organização dedicada à segurança de berços e produtos infantis. Porém, quanto mais tempo um bebê fica em no berço, acrescenta Walsh, mais apegado emocionalmente ele pode se tornar e mais difícil pode ser a transição para uma cama.

E se você precisar do berço para outro bebê?

Outro fator que pode determinar a idade do seu filho para ir para a cama é a chegada de um novo irmão. Tome cuidado extra se esse for o motivo da transição: ganhar um novo irmão é uma grande mudança, e você não quer que seu filho se sinta como se estivesse sendo deslocado, diz Pamela High, MD, diretora médica do Centro de Desenvolvimento Infantil do Hospital Feminino e Infantil em Providence, Rhode Island .

Comece a transição um a dois meses antes da chegada do novo bebê, supondo que seu filho tenha pelo menos 18 meses, diz o Dr. Widome. Ao colocar seu filho mais velho confortavelmente situado em sua nova cama, ele pensará no berço como um território neutro – e não como seu local de dormir – quando o bebê chegar. Se possível, desmonte o berço ou guarde-o em um cômodo onde não possa ser visto, sugere o Dr. Widome. Ou tente tornar o berço “impossível de dormir” enchendo-o de bichinhos de pelúcia, brinquedos e cobertores.

Independentemente do motivo da mudança, o ideal é que você faça isso em um momento em que não haja outras mudanças importantes acontecendo na vida de seu filho, diz o Dr. Widome. Por exemplo, evite fazer o movimento se ele estiver passando por um treinamento para usar o banheiro, abandonando a chupeta ou se acostumando com um novo sistema de creche.

A transição pode não ser fácil (Foto: Getty Images)

Facilitando a transição para uma cama infantil

Antes de mudar para uma cama de criança grande, você terá que planejar a logística. Siga estas dicas e truques para manter seu filho feliz.

Escolha a melhor cama

Alguns pais simplesmente colocam os colchões do berço de seus filhos no chão para facilitar a transição, diz o Dr. High. Outros fazem a troca para uma cama de criança pequena, que geralmente é baixa no chão e pode acomodar um colchão de berço existente. Eles geralmente vêm na forma de carros, castelos ou outras formas atraentes. Camas de criança são boas, diz o Dr. Widome, mas não são necessidades de segurança. Você sempre pode instalar uma grade de proteção removível em uma cama de solteiro para evitar que seu filho caia dela.

Peça a seu filho que escolha acessórios de dormir

Seja qual for a cama que você escolher, deixe seu filho ajudar a escolher lençóis, fronhas, edredons e bichinhos de pelúcia adequados para crianças. Isso pode fazer com que a cama grande pareça mais atraente para ele.

Estabeleça uma rotina de hora de dormir

Como em qualquer momento de transição, estabelecer uma rotina previsível na hora de dormir ajuda muito, aponta o Dr. High. Essa rotina – que pode envolver ler uma história, falar sobre o dia de seu filho ou orar – deve deixá-lo ansioso para ir para a cama.

Um ritual consistente na hora de dormir também deve ajudar a criança a se sentir sossegada. As crianças costumam ter dúvidas quanto a deixar a infância para trás e, por esse motivo, a mudança pode ser difícil para eles, diz o Dr. Widome. Mas, depois de dominar uma nova habilidade, seja desistir de fraldas ou mamadeiras, ou passar do berço para a cama, eles têm um verdadeiro sentimento de orgulho e realização.

A transição pode ser complicada (Foto: Getty Images)

Proteja sua casa para crianças

Faça uma varredura de segurança em todos os cômodos que seu filho pode acessar. Proteja as escadas com portões nas partes superior e inferior, prenda as estantes de livros e televisões na parede e coloque travas de segurança nas gavetas da cômoda para que ele não possa puxá-las e usá-las para subir. Alguns especialistas sugerem colocar um portão na porta do seu filho ou trancá-la, mas você deve pensar na segurança contra incêndio. Como alternativa, você pode usar um monitor ou colocar sinos na porta para alertá-lo quando ele estiver saindo do local.

Não espere uma transição fácil

Seu filho pode chorar e insistir que quer o berço de volta. Mantenha-se positivo e espere que demore um ou dois meses para que ele se ajuste totalmente às novas condições. Sua recém-descoberta liberdade também pode levá-lo a fazer muitas excursões ( como você colocar seu filho na cama e ele sair. Você o coloca de volta na cama, e ele sai). Com calma, coloque-o de volta na cama e saia do quarto o mais rápido possível. Como há uma chance de que ele ainda não consiga lidar com uma cama grande, é uma boa ideia guardar o berço. Um retorno temporário, se necessário, não é grande coisa: os bebês amadurecem rapidamente e seu filho pode estar pronto em mais um mês ou dois. Seja paciente e não apresse essa importante transição.

App Pais&Filhos

Tem novidade na área: o novo aplicativo Pais&Filhos Interativo! Agora você pode ler conteúdos exclusivos, feitos com muito carinho pela equipe da redação da Pais&Filhos com toda a credibilidade, comprometimento e bom humor de sempre, e ainda testar seus conhecimentos sobre os principais assuntos do universo da parentalidade.

Já que ninguém cria filho sozinho, a Pais&Filhos se enxerga como parte da sua rede de apoio e para isso, disponibilizamos no aplicativo informações de qualidade sobre todas as fases da vida da criança, seja você pai ou mãe, grávida, ou até mesmo se você ainda for tentante.

Além disso, a plataforma ainda oferece quizz de perguntas e respostas para você testar seus conhecimentos sobre os mais diversos assuntos deste universo. Ao fazer o teste, você acumula pontos, e de quebra pode trocar por prêmios.

O Pais&Filhos interativo está disponível para iOS e Android, basta acessar a PlayStore ou a Apple Store direto do seu celular, baixar e fazer seu cadastro.

-Publicidade-