Dois jovens são presos após agredirem pai e mãe em menos de 24 horas

Os crimes aconteceram entre a noite da última terça-feira, 19 de julho, e a madrugada da última quarta-feira, 20 de julho

Resumo da Notícia

  • Dois casos de agressão dentro de famílias aconteceram em 24 horas na cidade de Poços de Caldas
  • O jovem de 22 anos espancou o pai
  • Na outra ocorrência, a vítima foi uma idosa de 71 anos
   

De acordo com a Polícia Militar dois casos de agressão dentro de famílias aconteceram em 24 horas na cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais. Nas duas ocorrências, os agressores, que foram presos pelas autoridades, eram jovens.

-Publicidade-

A polícia informou que os crimes aconteceram entre a noite da última terça-feira, 19 de julho, e a madrugada da última quarta-feira, 20 de julho. A primeira ocorrência aconteceu no bairro Jardim Kennedy 2. O jovem de 22 anos espancou o pai, que foi agredido após a tentativa de defender a mãe e o irmão do agressor. A esposa e o filho, de 13 anos, foram ameaçados de morte com uma tesoura pelo jovem – ele colocou o objeto no pescoço deles.

Os vizinhos da família tentaram impedir que o jovem agredisse os familiares, mas o pai teve ferimentos pelos braços, pés e mãos, além de dentes quebrados. Quando a polícia chegou ao local, o progenitor do agressor estava deitado no chão e ferido. O rapaz preso e levado à delegacia, onde contou que agrediu o pai porque quis.

Criança salva mãe de tentativa de estupro após ouvir ela gritar
A esposa e o filho foram ameaçados de morte com uma tesoura pelo jovem. (Foto: Reprodução / Getty Images)

No outro caso ocorrido na cidade de Poços de Caldas, no Bairro Conjunto Habitacional, a vítima foi uma idosa de 71 anos. Ela foi agredida pelo filho. Ao chegar em sua casa com a neta, o agressor jogou pedras e tijolos contra a mãe, além disso, ele também gritou e a xingou. Quando ela tentou escapar, o filho a empurrou contra uma porta e atingiu ela com um soco no tórax.

A vítima informou que a neta, que estava junto com ela na chegada à casa, também foi agredida. Segundo as autoridades, a idosa possuía uma medida protetiva contra o filho e já havia feito denúncias anteriores contra ele. A polícia também prendeu o homem e ele foi encaminhado à delegacia.