‘Donas da Rua’, da Turma da Mônica, completa 5 anos empoderando meninas ao redor do mundo

O projeto tem o objetivo de contar (com exemplos e histórias reais) que as mulheres de todas as idades podem ser o que quiserem e explicar conceitos como empoderamento e igualdade de oportunidades

Resumo da Notícia

  • O projeto da Turma da Mônica, 'Donas da Rua', comemora 5 anos neste mês
  • A iniciativa tem como objetivo atingir a igualdade entre meninos e meninas
  • Ações como essa são fundamentais, não só nos dias de hoje, mas para garantir um presente e um futuro melhor para as mulheres de todas as idades

O projeto da Turma da Mônica, ‘Donas da Rua‘, comemora 5 anos neste mês, o mesmo que é comemorado o Dia Internacional das Mulheres. E em busca de exaltar o protagonismo feminino, as meninas do Bairro do Limoeiro também estão em festa! Criado em 2016 o objetivo da iniciativa é a igualdade entre meninos e meninas.

-Publicidade-

Segundo Mônica Sousa, criadora do projeto ‘Donas da Rua’ e diretora executiva da Mauricio de Sousa Produções, o foco é produzir conteúdos que contam, por meio de histórias e exemplos reais, que as meninas podem ser o que quiserem e explicar conceitos como empoderamento e igualdade de oportunidades. “Queremos usar essa força natural delas para que cada menina encontre o potencial que traz dentro de si, mostrando a beleza que existe na diversidade”, explica.

Não só, mas o ‘Donas da Rua’ tem um seguimento chamado ‘Donas da Rua da História’, que conta a história de mulheres revolucionárias em áreas como ciências, literatura, artes ou esportes. Desenhadas com os traços característicos da Turma da Mônica as homenagens são publicadas em datas importantes, como a menção a Ester Cerdeira Sabino e de Jaqueline Goes de Jesus, cientistas brasileiras que decifraram o genoma do coronavírus dois dias após o registro do primeiro caso da doença no Brasil.

-Publicidade-
O projeto da Turma da Mônica, ‘Donas da Rua’ comemora 5 anos (Foto: Divulgação)

“Ao destacar mulheres fortes, incentivamos outras meninas e mulheres a criar a consciência de que todas são capazes e competentes de atingirem seus objetivos na vida e se sobressair, independente do que façam”, diz Mônica. Inclusive nomes como Clarice Lispector, Malala Yousafzai, Carolina de Jesus e Dorina Nowill fazem parte deste hall.

Segundo a diretora executiva, ações como essa são fundamentais, não só nos dias de hoje, mas para garantir um presente e um futuro melhor para as mulheres de todas as idades. “Buscamos, de forma lúdica, implementar a conscientização de que todas são donas da própria vida, que são capazes de ser o que quiserem ser e merecem respeito, acima de tudo. As Donas da Rua estão em todo lugar, em toda menina, em toda mulher”, conclui.