Drones são disponibilizados para fiscalizar maus-tratos e abandono de animais domésticos em Itanhaém, SP

O objetivo é que diminua a quantidade de casos como esses na cidade

Resumo da Notícia

  • Itanhaém começou a usar drones para fiscalizar maus-tratos contra animais domésticos
  • O objetivo é para que diminua a quantidade de crimes como esses
  • A prefeitura também disponibilizou um site para que casos como esses possam ser denunciados

A prefeitura de Itanhaém, litoral de São Paulo, disponibilizou drones para fiscalizar maus-tratos e abandono de animais domésticos. O objetivo é diminuir a quantidade de crimes relacionados a esse assunto na cidade.

-Publicidade-

As imagens captadas pelo aparelho serão usadas como forma de provas pelos crimes cometidos. Isso acontece através do Departamento de Proteção e Bem Estar Animal, segundo informações da Secretaria de Planejamento e Meio Ambiente da cidade.

Drones serão disponibilizados para evitar maus-tratos em animais, na cidade de Itanhaém, SP
Drones serão disponibilizados para evitar maus-tratos em animais, na cidade de Itanhaém, SP (Foto: Reprodução / Razões Para Acreditar)

Outro motivo, é para que haja agilidade de encontrar os culpados e até mesmo confirmar atos de negligência contra o animal em flagrante, algo que está em alta nas localidades.

Recentemente, a prefeitura da cidade também disponibilizou um espaço para denunciar pessoas que cometeram tais crimes. Os dados ficaram em anônimo, portanto não haverá possibilidades para descobrir quem denunciou. Um código também será enviado para que possa acompanhar o processo das penas contra a pessoa que cometeu os maus-tratos.

A pena para quem comete crime de maus-tratos contra os animais pode ser condenado de 2 a 5 anos de reclusão, perda da guarda do animal ou multa.