Duas mães da mesma cidade dão à luz quadrigêmeos com apenas 11 dias de diferença

As mães Kylie Szafranski, 30, e Virginia Johnson, 39, tornaram-se amigas online depois de perceberem que ambas deram à luz quatro bebês com 11 dias de diferença na mesma cidade de Phoenix, nos Estados Unidos

Resumo da Notícia

  • Kylie e Virginia deram à luz quadrigêmeos
  • As duas mães são da mesma cidade
  • As crianças viraram amigas e celebram tudo juntas

Duas mães da mesma cidade tiveram “quadrigêmeos milagrosos” com apenas 11 dias de intervalo, depois que ambas sofreram a dor de cabeça de vários abortos espontâneos. Kylie Szafranksi, 30, e Virginia Johnson, 39, mães de cinco filhos, inicialmente se tornaram amigas on-line depois de perceberem as semelhanças ultra-raras entre suas duas famílias em 2017.

-Publicidade-

Virginia e seu marido Victor, 49, tiveram três meninas e um menino – Ava, Olivia, Madelyn e Victor Jr, enquanto Kylie e seu marido Phil, 41, receberam três meninos e uma menina – Damon, Gideon, Theo e Emery. Kylie também é mãe de River, sete, que é amiga íntima da filha mais velha de Virginia, Zoey, também de sete.

Os adoráveis ​​quadrigêmeos, agora com quatro anos, cresceram lado a lado e celebraram juntos alguns de seus maiores marcos. As mães até brincam que já s “formaram em pares” para casamentos arranjados. Agora, os orgulhosos pais estão compartilhando essas adoráveis ​​fotos de Natal de seus filhos tiradas nos últimos cinco anos para mostrar o quanto seus bebês, junto com as meninas mais velhas, cresceram – e isso vai fazer seu coração derreter.

As crianças comemoram várias datas juntas
As crianças comemoram várias datas juntas (Foto: Reprodução/The Mirror)

Kylie, de Phoenix, Arizona, EUA, disse: “Não tínhamos ideia que a outra existia quando estávamos grávidas. Eu tive meus quatro filhos e, pouco mais de uma semana depois, vi no noticiário local que uma mulher da minha região também dera à luz quadrigêmeos. Todo mundo estava pirando porque havia dois conjuntos de quadrigêmeos nascidos em Phoenix tão próximos.”

“Na verdade, estávamos em um grupo de mães juntas no Facebook e, eventualmente, começamos a trocar mensagens e nos tornamos amigas depois de nos encontrarmos. Os bebês deveriam ter apenas algumas semanas de vida quando começamos a conversar.”

Virginia com o marido e os 4 bebês
Virginia com o marido e os 4 bebês (Foto: Reprodução/The Mirror)

“Este é o nosso quarto ano fazendo as fotos de Natal. Fazemos muitos feriados importantes juntos, mas perdemos alguns este ano por causa da pandemia. É uma experiência especial porque nossos filhos têm idade muito próxima e ter quadrigêmeos é raro, então é divertido compartilhar isso com outra família.”

Antes de conceber os quadrigêmeos, ambas as mães enfrentaram problemas com infertilidade e passaram pela dor de cabeça de vários abortos espontâneos. Quando Kylie engravidou naturalmente de quádruplos, os médicos disseram que ela era a única mulher na costa oeste dos Estados Unidos a carregar tantos bebês de uma vez.

Mas logo depois de dar à luz seus bebês, a mãe ficou chocada ao descobrir que Virginia havia dado à luz com a ajuda de fertilização in vitro, apenas onze dias depois dela – e, surpreendentemente, eles eram da mesma cidade. E depois de se descobrirem em um grupo de mães no Facebook, a dupla combinou um horário para se encontrar – e as duas famílias de sete são amigas desde então.

Kylie com a família
Kylie com a família (Foto: Reprodução/The Mirror)

Virginia revelou que o melhor de as duas famílias se conhecerem é o apoio que podem oferecer uma à outra porque estão ‘todas no mesmo barco’. Ela disse: “Tem sido muito útil saber onde está outra mãe que está passando pela mesma coisa. Compartilhamos conselhos, é como ter uma parceira. Foi maravilhoso ter outra família juntas nesta jornada.”

“É incrível vê-los crescer e florescer na frente das câmeras. As crianças adoram brincar com outras pessoas, é preciso um pouco de aquecimento, mas depois estão prontas para ir. É como uma grande festa quando todos nós ficamos juntos para que eles achem que é divertido. Além disso, sempre temos comida quando estamos juntos, então eles adoram.”

“Nós dois estamos ensinando nossos filhos a amar e aceitar as pessoas pelo que são. O mundo está cheio de tanto ódio que gosto de dar esperança de que a próxima geração será mais amorosa.”