Duda Reis lamenta morte do avô com carta aberta nas redes sociais

A modelo e influenciadora digital usou o Instagram para compartilhar uma série de fotos ao lado dele e aproveitou para fazer uma homenagem

Resumo da Notícia

  • Duda Reis lamenta morte do avô com carta aberta nas redes sociais
  • A modelo e influenciadora digital usou o Instagram para compartilhar uma série de fotos ao lado dele
  • Junto com as imagens, ela aproveitou para fazer uma homenagem

A modelo e influenciadora digital Duda Reis usou as redes sociais na noite da última quarta-feira, 9 de fevereiro, para fazer um desabafo sobre a perda do avô. Na publicação, ela relembrou alguns momentos ao lado dele e fez questão de fazer uma homenagem ao patriarca, com uma carta aberta.

-Publicidade-

“Vô, hoje nos despedimos de você nesse plano. Jamais conhecera alguém tão humano quanto o senhor era, alguém tão sábio, alguém tão interessante, alguém tão prazeroso de se ter perto. Te ouvir era como ouvir histórias contadas para dormir, como era envolvente… Gostaria que todos pudessem ter a sorte de cruzar com alguém como o senhor”, começou ela, se declarando.

Duda Reis lamenta morte do avô com carta aberta nas redes sociais
Duda Reis lamenta morte do avô com carta aberta nas redes sociais (Foto: reprodução Instagram)

Logo em seguida, ela falou um pouco sobre a importância do avô em sua vida. “Um dos acontecimentos mais marcantes que tenho nessa minha breve trajetória, foi você quem comandou. Eu estava na fase mais difícil da minha vida, na fase que não achava que era mais possível ser amada, que olhava no espelho e não fazia ideia de quem eu era, na fase que eu me questionava aonde eu tinha errado, na fase que eu me sentia próxima de um “nada”. Estávamos no sítio, perto do lago, você colocou sua mão esquerda do meu coração e me disse que eu deveria guardar um segredo a 7 chaves que iria mudar a minha vida: “minha filha, seu avô aprendeu nessa longa caminhada, que o nosso coração é um lugar sagrado. Depois de trancos e barrancos, aprendi que devemos reservar somente para nós mesmos, pelo menos, 50% do nosso coração. Essa metade já está garantida, portanto, se a outra se quebrar, você tem uma metade inteira e só para você. E o que fazer com os outros 50%? Colocar todo mundo que der, amar todo mundo que der, dar o seu melhor”.”, relembrou ela, sobre a frase que ele disse.

“Vô, esse foi um dos dias mais importantes da minha vida e acho que nem o senhor pôde ter tido a noção disso. Tudo clareou, fez sentido, voltei a respirar, voltei a ver cor. Como eu te amo… como todos nós sentiremos falta das longas conversas, cachaças, café, pescas (e tantas outras coisas que só tinham graça com você). Obrigada por sempre ter acreditado em mim, num geral mesmo, sabe? Na vida a gente só quer ser amado, perdoado e acreditado (e eu recebi tudo isso de você, a vida toda, sem nem precisar pedir)”, continuou.

“Que os espíritos de luz te acompanhem, tenho muito orgulho de ter o seu sangue, de ser sua neta primogênita, de ser a “Ayrtinha” (porque a “Ayrta” não poderia ser ninguém mais e ninguém menos do que a minha mãe), saiba que fico muito honrada de ter muito de você em mim. Nos encontraremos em breve, mas por enquanto, nos vemos em sonhos. Com amor, Dada”, finalizou ela, na carta aberta compartilhada no Instagram junto com algumas fotos dos dois juntos.