Família

Educação que transforma: conheça a APAF, associação que tem creches gratuitas para famílias carentes

Desde 2004, a associação realiza projetos de educação e inclusão com crianças e mulheres em situação de vulnerabilidade social

Jennifer Detlinger

Jennifer Detlinger ,Filha de Lucila e Paulo

Desde 2004, a APAF realiza projetos de de educação e inclusão com crianças e mulheres em situação de vulnerabilidade social (Foto: Jennifer Detlinger)

Desde 2004, a APAF realiza projetos de de educação e inclusão com crianças e mulheres em situação de vulnerabilidade social (Foto: Jennifer Detlinger)

Ao fazer o caminho para levar os filhos à escola, um grupo de pais se deparava diariamente com um choque de realidades e classes. Eles recebiam uma educação de excelência na Stance Dual – um colégio bilíngue de alto padrão em São Paulo, no bairro da Bela Vista, protegido por muros altos e seguranças uniformizados – e passavam o dia todo cercados de árvores e cuidados. Enquanto isso, naquela mesma rua, outras crianças viviam suas tardes mendigando nos semáforos, sem abrigo, escola ou comida.

Foi esse enorme contraste social que motivou mães e pais a criarem a APAF, Associação Paulista de Apoio à Família. “O inconformismo foi crescendo e vimos que era necessário reparar a injustiça entre nossos filhos e essas crianças, predestinadas a uma vida miserável”, conta Cínthia Castro, uma das fundadoras da associação.

Em 2004, o grupo se juntou de vez e alugou uma casa na mesma rua da escola que os filhos frequentavam. Por lá, fizeram uma reforma e adaptaram todo o ambiente para as necessidades das crianças, como banheiros, cozinha e refeitório. Hoje, a APAF ajuda família em desvantagem social por meio de capacitação profissional de mulheres e do atendimento a crianças, usando educação como instrumento de inclusão social, formação para o m