Eita! Jennifer Garner imita filme “Dia do Sim” e libera filhos de regras por 24 horas

Mãe de Violet, Seraphina e Samuel, a atriz de 48 anos coloca em prática o enredo do longa que produziu em parceria com a Netflix

Resumo da Notícia

  • Jennifer Garner é a estrela e produtora da nova comédia para a família exibida pelo Netflix, o “Dia do Sim”
  • A atriz confessou que deixa que os filhos decidam tudo durante 24 horas completas
  • Mãe de Violet, Seraphina e Samuel, a artista de 48 anos abre mão do controle pelo equilíbrio familiar

Jennifer Garner é a estrela e produtora da nova comédia para a família exibida pelo Netflix, o “Dia do Sim”. A atriz, que ficou famosa ao protagonizar “De repente 30”, confessou que coloca em prática o enredo do longa – ou seja, deixa que os filhos decidam tudo durante 24 horas completas. Mãe de Violet, Seraphina e Samuel, a artista de 48 anos abre mão do controle pelo equilíbrio familiar. 

-Publicidade-
“Dia do Sim” estreia dia 12 de março no Netflix (Foto: Reprodução / YouTube)

Em entrevista ao Hugo Gloss, Jennifer conta como funciona esse dia onde “tudo é permitido”. “Aposto que uma criança de cinco anos simplesmente adoraria se sentar no banco da frente do carro e apertar todos os botões. E eu aposto que ela adoraria poder decidir o que comprar no mercado e poder colocar cereais cheios de açúcar no carrinho. Ou escolher um filme para assistir e poder ficar acordada até mais tarde. Pode ser algo simples. O objetivo é deixar que a criança comande o dia”, disse.

Jennifer Garner é mãe de três filhos e protagonista do “Dia do Sim” (Foto:Getty Images)

Diferente do filme, entretanto, onde os pais se metem em várias confusões por causa das vontades exigentes das crianças, na vida real o desafio pode ser muito mais fácil de encarar! “Faça! Vai fundo! Não precisa ser sobre montanhas-russas e shows (como no filme)“, estimula a atriz.

-Publicidade-

Produtora-executiva do filme que deve estrear dia 12 de março, Jennifer Garner se inspirou na própria experiência como mãe para levar o projeto à frente. “Foi muito pessoal para mim. É a história de onde eu estou como mãe, nesse momento. É sobre deixar seus filhos crescerem e como isso é difícil. Trata-se de equilíbrio para as mães, e de garantir que os seus filhos saibam quem você era antes de tê-los. E que você também pode ser espontânea. Então desenvolvi o roteiro junto com outros produtores e foi tudo feito sob medida”, disse.

E a reação dos filhos da atriz ao saberem do filme? Parece que Violet, Samuel e Seraphina aprovaram 100% o “Dia do Sim”.  “Eles amaram. A minha filha mais velha chorou no final. Todos os meus filhos amaram o filme. Agora os mais novos falam: ‘Espera aí! Os nossos ‘dias do sim’ não são tão legais assim!’”, confessou Jennifer.