Eliana abre o jogo sobre ter sofrido aborto e conta que chegou a pedir separação

A apresentadora contou sobre a perda que teve antes de conseguir engravidar da caçula, Manuela, hoje com 3 anos. A menina é filha da artista com o atual marido, Adriano Ricco

Resumo da Notícia

  • Eliana abriu o jogo sobre o aborto natural que sofreu antes da gestação da caçula
  • A apresentadora também falou do apoio que recebeu do marido, Adriano Ricco, na época
  • Além da pequena Manuela, de 3 anos, fruto do casamento atual, a apresentadora também é mãe de Arthur, de 9

Eliana bateu um papo no canal de Thais Fersoza na última quarta-feira, 14 de outubro, e abriu o jogo sobre o aborto natural que sofreu antes da gestação da caçula e também que chegou a sugerir para o marido que a deixasse. “Até falei para o Adriano na época: “Olha, eu já tenho quarenta e poucos anos e eu acho que, numa boa, se você quer ser pai, eu diria para você buscar outro caminho, por mais que a gente se ame, tudo e tal… Porque eu acho que não vai rolar” – disse.

-Publicidade-

Ela contou ainda sobre o apoio que recebeu do marido, Adriano Ricco, na época. Além da pequena Manuela, de 3 anos, fruto do casamento atual, a apresentadora também é mãe de Arthur, de 9.

Eliana falou sobre o aborto que teve antes de Manu (Foto: reprodução / Instagram @eliana)

A artista contou que perdeu um bebê antes de conseguir engravidar da filha, o que a fez ficar insegura. “Eu tive um aborto, eu perdi, antes da Manu. E eu achei que eu não ia engravidar mais”, contou.

-Publicidade-
Ela falou sobre o diagnostico da família (Foto: reprodução / Instagram)

A perda marcou muito o casal, segundo Eliana, mas a reação do marido com a situação tornou as coisas mais leves. A apresentadora se disse emocionada ao receber tanto apoio do companheiro. “Na época, eu ouvi uma coisa tão bacana dele que me motivou a permanecer na relação com mais amor ainda. Foi quando ele disse que, independentemente de eu poder ou não ter filho, ele me amava e queria seguir comigo. Aquilo me motivou mesmo. Foi muito forte para mim”, desabafou.

A semelhança das duas chama a atenção (Foto: Reprodução / Instagram / @eliana)

Eliana ainda explicou que mesmo amando Adriano, deixou a escolha nas mãos dele sobre continuar ou não o relacionamento “E aí ele resolveu ficar, e a gente ficou bem, feliz etc. Porque acho que, quando você passa por uma perda dessas, ela mexe muito com o emocional do casal. É muito difícil, não é fácil”, complementou.

A apresentadora também comentou que em outubro de 2017, em entrevista com Roberto Cabrini, achou que morreria no dia anterior do nascimento da filha. “Tive um surto, um medo”, adicionou. Felizmente tudo acabou bem

-Publicidade-