Conselho Tutelar envia bolo de aniversário para irmãos que sofriam maus-tratos do pai

As crianças de 6 e 9 anos foram resgatas após vizinhos denunciarem série de agressões acometidas dentro de casa

Resumo da Notícia

  • Dois irmãos foram resgatados após sofrerem violência por parte do pai
  • Os oficiais do Conselho Tutelar enviaram um bolo para o menino
  • Durante investigações, a equipe descobriu que ele sofreu maus-tratos em pleno aniversário

Dois irmãos de 6 e 9 anos receberam um ato de carinho do 2º Conselho Tutelar de Suzano. Isso porque uma das crianças fez aniversário na mesma semana em que ocorreu o seu resgate, após uma série de agressões cometidas por parte do pai dentro da própria casa.

-Publicidade-

De acordo com informações do portal de notícias do g1, no dia 3 de fevereiro o pai dos irmãos chegou a agredir a esposa, que fugiu deixando os filhos com ele. No dia seguinte, vizinhos acionaram a Polícia Militar e o Conselho Tutelar quando o homem saiu de casa para trabalhar.

Os irmãos receberam bolo e presentes de aniversário dos oficiais
Os irmãos receberam bolo e presentes de aniversário dos oficiais (Foto: Reprodução G1)

“Os policiais relataram que quando adentraram na residência o menino lia um trecho da Bíblia. A casa estava muito bagunçada, e o menino informou que seu pai saía para trabalhar e os deixava sozinhos”, informa Wellington Miranda, presidente do Conselho Tutelar de Suzano, que conta ainda sobre os sinais visíveis de agressão pelo corpo da menina e do menino abandonados.

Segundo Wellington Miranda, durante as investigações foi descoberto que o garoto havia sido agredido em pleno aniversário, data que deveria ser especial. Comovidos com a situação, os funcionários responsáveis pelo caso compraram um bolo de aniversário e policiais que atenderam a ocorrência visitaram as crianças com presentes. “Os policiais foram muito bem recebidos pelas crianças, ambos ganharam presentes e ficaram muito emocionados”, contou o presidente.

Sobre os pais dos irmãos, ambos foram localizados e devem ser encaminhados cumprir serviços municipais afim da promoção familiar. Já as crianças, que estão sob cuidado dos tios, serão encaminhadas para tratamento psicológico, além de acompanhadas frequentemente pelo 2º Conselho Tutelar.